Movimento Estudantil

Atualizado em: 02/07/2011 - 13:29

comentários

Os estudantes já foram conhecidos por serem revolucionários, lutarem por seus direitos de forma organizada e não se calarem diante de injustiças. Mobilizações importantes de estudantes já garantiram avanços à classe e destaque no cenário nacional. Atualmente a maioria dos estudantes não se atenta muito a nenhuma forma de organização, nem mesmo quando são do próprio interesse.

Não é preciso pintar a cara e sair às ruas apanhando de polícia para participar da construção de um país melhor, para colaborar na busca por igualdade, justiça e principalmente garantia de nossos direitos. Historicamente os estudantes possuem forma de se organizar de forma pacífica e ordeira, o Grêmio Estudantil.

O que é Grêmio Estudantil?

O Grêmio Estudantil é a organização sem fins lucrativos, que representa os interesses dos estudantes na escola com fins culturais, cívicos, educacionais, sociais, desportivos e culturais. Através dele os alunos podem criar discussões, elaborar e criar inúmeras possibilidades de ação tanto no próprio ambiente escolar quanto na comunidade. O Grêmio Estudantil é também um importante espaço de convivência em grupo, aprendizagem, responsabilidade e de luta por direitos. Atuando nele, você defende seus direitos e interesses e aprende ética e cidadania na prática.

Quais alunos podem participar da diretoria do Grêmio?

Qualquer aluno matriculado na escola, inscrito na chapa vencedora, poderá ser da Diretoria do Grêmio. Inclusive alunos do último ano do ensino médio, estes que não podem concorrer à presidência da chapa, mas podem integrar a diretoria.

Os cargos serão discutidos pelos próprios membros da chapa, de acordo com as áreas de interesse de cada um.

Movimento que marcou o Movimento Estudantil:

Caras-pintadas foi um movimento estudantil brasileiro realizado no decorrer do ano de 1992 e tinha como objetivo principal o impeachment do presidente do Brasil, Fernando Collor de Melo.

Você sabia...

Que os estudantes tem garantido desde 1985 o direito soberano de organizar o GRÊMIO ESTUDANTIL em sua escola? Pois se trata da lei de numero 7.398, de 4 de novembro daquele ano. Esta foi uma das primeiras medidas tomadas pelo governo civil, logo após a queda da ditadura militar, depois de mais de 20 anos de regime de exceção no país que reprimiu de todas as formas a organização do movimento estudantil.

A Lei Nº 7.398

Dispõe sobre a organização de entidades estudantis de 1º e 2º graus e assegura aos estudantes o direito de se organizar em Grêmios:

Art. 1º – Aos estudantes dos estabelecimentos de ensino de 1º e 2º graus fica assegurada a organização de Grêmios Estudantis como entidades autônomas representativas dos interesses dos estudantes secundaristas, com finalidades educacionais, culturais, cívicas, desportivas e sociais.

Lei Nº 8.069, de 13 de julho de 1990

O Estatuto da Criança e do Adolescente, no artigo 53º inciso IV, garante o direito dos estudantes de se organizar e participar de entidades estudantis.

Os estudantes também possuem direitos assegurados por leis, dentre eles a meia entrada para eventos de ordem cultural que trata-se da

Lei Nº 7.844, de 13 de maio de 1992

Esta é a lei que regulamenta o direito à meia entrada para estudantes em eventos de ordem cultural.

A União Nacional dos Estudantes (UNE) é a principal entidade estudantil brasileira.

Há também a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), entidade que congrega e representa todos os estudantes de escolas de ensino fundamental, ensino médio, ensino técnico, ensino profissionalizante e ensino pré-vestibular do Brasil.

A UBES tem como objetivo a defesa da educação pública gratuita, de qualidade e laica. Durante sua história, acumulam-se inúmeras vitórias e participações em eventos importantes para a vida política do país, como a resistência à ditadura militar, a luta pelo passe-estudantil, pela meia-entrada em atividades culturais, esportivas e sociais, pelo voto aos 16 anos.

Compartilhar esta notícia

Publicidade

Comentários

Você precisa estar logado para comentar, clique aqui para entrar.
Se você for um novo usuário, clique aqui para se cadastrar.

  • 28/04/2012 - 14:37 - amfeadan

    Bom dia! Quando eu era estudante de ensino médio, participei do Grëmio Livre Estudantil do Cefet-MG (Gestão 2001/2002). Ao fim da gestão, escrevemos um pequeno livro, para contar as nossas experiências e reflexões. Estou enviando o endereço em que postamos o estudo, na internet, para divulgação. Espero que possa ser útil de alguma maneira para vocês. O link é: http://pt.scribd.com/doc/91030579/Estudo-aos-Gremios-Estudantis Boa sorte!