Esportes

Michael Schumacher pode demorar meses para sair do coma

02/02/2014 às 17:35 - Atualizado em 02/02/2014 às 17:35

Foto: Victor Caivano/ AP

Médico informa que o inhaço no cérebro do heptacampeão pode não ter chegado ao fim

O ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher pode levar meses para acordar do coma a que foi induzido após o acidente em uma pista de ski, na França, no fim do ano passado. “A sedação de Michael está sendo reduzida de modo a permitir o início do processo de acordar. Mas isso pode levar um longo tempo”, disse a assessora de Schumacher, Sabine Kehm, em comunicado.

Apedar disso, segundo o jornal britânico Daily Mail, o heptacampeão da Fórmula 1 já vem tendo pequenas reações, como mover as pálpebras em testes cerebrais. Especialistas consultados pelo periódico estão otimistas: “Isso significa que eles provavelmente já viram uma redução na pressão do crânio”, disse Dr. Clemens Pahl, especialista em traumas no cérebro do Hospital do Kings College, em Londres.

No entanto, Pahl advertiu que, se Schumacher não se recuperar o suficiente para acordar por conta própria, os médicos podem precisar colocá-lo de volta ao coma. “Pode ser que o inchaço em seu cérebro não tenha chegado ao fim ainda. Assim, talvez seja necessário aumentar os medicamentos de novo", disse ele. De acordo com o médico, o procedimento não é incomum em pacientes com lesões cerebrais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade