Marechal

Galeria AK, de Marechal Rondon, participa da 15ª Semana Nacional de Museus


Teve início na última segunda-feira (15) e segue até domingo (21) as programações voltadas a  15ª Semana Nacional de Museus, promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). As ações são realizadas em alusão ao Dia Internacional de Museus, comemorado no último dia 18.

Nessa edição mais de mil museus de todo o Brasil oferecem ao público diversas atividades especiais, como visitas, palestras, oficinas, exibição de filmes, entre outras.

Neste ano, o tema será “Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus”, e pela primeira vez a Galeria AK, de Marechal Cândido Rondon, também irá participar da programação.

Segundo Ataídes Kist, artista e proprietário da galeria, o público, de forma gratuita, poderá visitar a galeria de arte e o museu AK no sábado (20) e domingo (21). O horário para visitação será das 09 às 12 horas e das 14 às 18 horas. “É uma oportunidade para que as pessoas conheçam a proposta da ecopintura e também saibam um pouco mais sobre a Semana Nacional de Museus”, destaca o rondonense.

A Galeria AK fica localizada na Rua Pará, nº 540, no bairro Jardim Espigão, em Marechal Cândido Rondon.

 

Exposição em Toledo

Nesta quinta-feira (18) o artista rondonense deu início a exposição “Ecopintura” no Museu Histórico Willy Bartyh, em Toledo. Os pioneiros, estudantes e autoridades presentes tiveram a oportunidade de interagir com o artista, que teve sua exposição aprovada para expor na Bienal de Florença (Itália) em outubro deste ano.

“Criamos um movimento artístico denominado ecopintura, que consiste num olhar clínico do artista de transformar objetos da natureza em arte. O objetivo é a preservação dos materiais da natureza, da sustentabilidade e do meio ambiente, promovendo a consciência individual e social para que as pessoas possam valorar o trabalho da ecopintura”, explicou o artista.

Ele considerou importante a participação na 15ª semana dos museus expondo na cidade de Toledo. “A exposição aqui permite repensar e valorar a história pela arte”, disse Ataides ao elogiar Toledo como referência no Estado na área da Cultura.