Policial

PM diz que bandidos mortos em Quedas do Iguaçu não teriam ligação com morte de policial em Terra Roxa

Confronto foi registrado próximo ao assentamento Celso Furtado, no momento em que policiais tentaram abordar um automóvel Astra.

A Polícia Militar do Paraná não confirmou se os irmãos mortos na tarde de ontem (13), durante confronto com policiais em Quedas do Iguaçu, teriam envolvimento com a morte do policial militar Silvio Rasteiro, ocorrida na terça-feira (12), no município de Terra Roxa. Apesar das especulações, a polícia revelou que até o momento não existe nenhum tipo de ligação entre os casos.

Na situação em questão, um confronto foi registrado próximo ao assentamento Celso Furtado, no momento em que policiais tentaram abordar um automóvel Astra.

O condutor empreendeu fuga e na sequência três ocupantes desceram e passaram a atirar contra os policiais, que revidaram, matando dois deles.

O terceiro elemento envolvido com o grupo conseguiu fugir para o mato e apesar do trabalho policial não foi localizado.

Os corpos dos bandidos mortos, um de 21 e outro de 30 anos, foram encaminhados ao Instituto Médico Legal de Foz do Iguaçu.

No automóvel Astra, os policiais ainda localizaram dois revólveres utilizados pelos criminosos no confronto, além de uma espingarda calibre 12. Um dos irmãos mortos usava, inclusive, um colete balístico.

Ao checar a procedência do Astra, foi descoberto que o mesmo estava com placas falsas e que é resultante de ação criminosa.