Paraná

Polícia investiga golpe de R$ 30 milhões aplicado por construtora

(Foto: Ilustração / Pixabay)

Uma “enxurrada” de vítimas com a mesma história: a compra da casa própria virou um pesadelo. A Delegacia de Estelionato investiga um golpe milionário aplicado por uma construtora de Curitiba, que vendia o mesmo apartamento para várias pessoas. A quadrilha arrecadou cerca de R$ 30 milhões e vitimou cerca de 60 famílias.

A sócia da construtora foi presa nesta terça-feira (12) em Santa Catarina. Outras três pessoas estão foragidas, segundo informações da Polícia Civil paranaense repassadas nesta quarta-feira (13). Elas já estão com os mandados de prisão expedidos pela Justiça.

Todos os suspeitos de aplicar o golpe fazem parte da mesma família. “Nós fizemos esta operação diante do número de vítimas que compareceram na delegacia para registrar o boletim de ocorrência. Houve uma situação de uma pessoa que chegou no apartamento e a fechadura estava trocada, sendo o apartamento ocupado por outros. Houve pessoas que registraram o boletim de ocorrência aos prantos”, conta a delegada Vanessa Alice.

A construtora aplicava o golpe usando quatro empreendimentos em Curitiba e em Pinhais, sendo três deles ainda na planta e outro em fase de construção. A mulher presa em Santa Catarina foi indiciada por estelionato.

As vítimas do golpe que ainda não comunicaram os casos devem procurar a Delegacia de Estelionatos.

Com informações Massa News