Paraná

Saúde confirma primeiro caso de morte por gripe em Cascavel

Com informações G1 PR

19/04/2017 às 14:10 - Atualizado em 19/04/2017 às 14:10

A Secretaria Municipal de Saúde de Cascavel, no oeste do Paraná, confirmou o primeiro caso de morte por gripe na cidade este ano. A vítima é um homem de 50 anos, morador de São Miguel do Oeste (SC), que estava de passagem pela região quando passou mal e procurou o sistema de saúde.

De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde no dia 5, o Paraná contabilizava até então apenas uma morte por Influenza no ano. A paciente era uma idosa de 79, que morreu em fevereiro em Maringá, no norte, por complicações causadas pelo vírus Influenza B. Ela não havia tomado a vacina contra a gripe.

O motorista de ônibus, que era diabético, foi atendido da UPA do Bairro Veneza e transferido para o Hospital Universitário, onde morreu no domingo (16). Os exames identificaram o vírus Influenza H3N2.

Segundo a médica da Vigilância Epidemiológica de Cascavel, Maria Fernanda Ferreira, este é um tipo comum de gripe para esta época do ano, mas que pode se agravar dependendo das condições de saúde do paciente.

“Embora o paciente estivesse de passagem por Cascavel e chegou doente aqui, esse óbito serve de alerta para os cuidados de prevenção neste período propício para gripes de vários tipos, que podem ser mais graves em determinados grupos, como idosos, crianças e pessoas com doenças crônicas”, observou a especialista.

 

Vacinação

Na segunda-feira (17) teve início a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Em Cascavel, todas as unidades de saúde disponibilizarão as doses da vacina até o dia 26 de maio.

As unidades básicas de saúde atendem das 7h às 19h e as dos bairros Santa Cruz e do Floresta das 7h às 22 horas. Já as unidades de saúde da família funcionam das 8h às 12h e das 13h às 17h. O Dia D de imunização em todo o estado será realizado no dia 13 de maio, das 8h às 17h.

Podem receber a vacina que protege contra três tipos de vírus, entre eles o H1N1, idosos com 60 anos ou mais, crianças de seis meses e menores de cinco anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), profissionais de saúde, indígenas, portadores de doenças crônicas, detentos, funcionários do sistema prisional e professores da rede pública ou privada.

 

Dicas para evitar o contágio

A principal orientação é evitar locais com aglomeração de pessoas, lavar bem as mãos com água e sabão e usar álcool gel 70% regularmente, especialmente depois de tocar o nariz e a boca ou superfícies que possam estar contaminadas.

Além disso, outros hábitos são importantes, como:

 

  • proteger o nariz e a boca e cobri-los enquanto espirra ou tosse
  • usar lenços descartáveis
  • evitar tocar a boca e o nariz
  • melhorar a circulação de ar abrindo as janelas
  • manter hábitos saudáveis: comer bem, dormir bem e praticar exercícios
  • evitar contato com outras pessoas quando estiver gripado
  • procurar atendimento médico assim que perceber os sintomas da doença, como febre alta, tosse, dor de garganta e dores pelo corpo para que o tratamento adequado seja iniciado.
Publicidade
Loterias

MEGA SENA

Concurso 1933 24/05/2017
  • 15
  • 19
  • 35
  • 59
  • 14
  • 2
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade