Policial

Autor de homicídio em Entre Rios não se apresenta à polícia

O Presente

30/10/2012 às 15:24 - Atualizado em 30/10/2012 às 15:24

Reprodução

Claudemir Seger, o “Grilo”, foi assassinado na manhã de sábado (27)

Apesar da expectativa de que comparecesse na Delegacia de Marechal Cândido Rondon, até o final da tarde de ontem (29) não havia se apresentado à Polícia Civil o autor do assassinato do empresário entrerriense Claudemir Seger, popular “Grilo”, de 41 anos. Ele foi morto na manhã de sábado (27), na lanchonete de sua propriedade, localizada na rodoviária de Entre Rios do Oeste. Ele foi atingido por dois disparos de arma de fogo.

 

Informações extraoficiais indicam que o crime pode ter sido motivado por vingança, já que Grilo, que também era presidente do partido Democratas (DEM) no município, se envolveu em uma briga durante o período eleitoral. No entrevero, a vítima das agressões teria ficado gravemente ferida e com sequelas. A partir disso foi levantada a suspeita de que algum familiar do agredido pudesse ter matado o empresário.

Publicidade
Publicidade
Imagem do Dia

Agricultores protestam contra emplacamento de tratores

Publicidade