Fale com a gente

Agronegócio Show do Agronegócio

Dia de Campo Copagril atrai centenas de visitantes em busca de conhecimento e tendências para o agronegócio

Publicado

em

(Foto: Andressa Trentin/OP)

O Dia de Campo Copagril – Show do Agronegócio atrai centenas de visitantes e produtores de grãos, aves, suínos e gado a cidade de Marechal Cândido Rondon interessados em buscar conhecimento sobre novas soluções para o agronegócio, a fim de melhorar o desempenho dos animais e das lavouras para atingir uma maior produtividade e, consequentemente, uma melhor rentabilidade.

Com esses objetivos em mente, o produtor de leite de São José das Palmeiras, Luis Drescher, trouxe a esposa Adriana e as filhas Bruna e Amanda para conhecerem de perto as novidades do evento, as novas tecnologias aplicadas ao setor leiteiro e também para curtir um dia de passeio com a família. “Viemos quase todos os anos. Aproveitamos para buscar conhecimento, trocar ideias sobre bovinocultura de leite e para passear com a família”, diz, animado.

O produtor conta que levou a família para visitar os estandes na área do leite, conhecer os drones e as variedades de milho e soja. “Acredito que os drones são uma das soluções atuais mais promissoras da agricultura. Mas no Dia de Campo encontramos muita tecnologia e novidades e isso é muito bom, porque além de conhecer também aprendemos como podemos aplicar essas tecnologias na nossa propriedade”, expôs, ampliando: “Trouxemos nossas filhas para que tenham essa vivência, porque são elas que, em breve, vão ‘tocar’ a propriedade, e para que estejam preparadas para comandar é preciso que tenham cada vez mais informações e que conheçam o que tem disponível no mercado para melhorar nosso trabalho com o gado de leite”.

Técnica agrícola, Bruna está cursando Tecnologia em Gestão do Agronegócio na Universidade Norte do Paraná (Unopar), campus de Toledo, em busca de se profissionalizar e estar melhor preparada para assumir junto com a irmã o negócio da família. “Ao participar do Dia de Campo consigo fazer a relação da base teórica com a prática, em que posso visualizar o que está à disposição do produtor em relação ao bem-estar animal, saúde, tecnologias e ferramentas que possibilitam uma melhor produtividade. E para isso é de suma importância oferecer uma alimentação balanceada para os animais, porque uma vaca bem alimentada, criada em um ambiente adequada vai conseguir produzir mais leite”, enfatiza Bruna.

Criadas no sistema à pasto, a família Drescher possui 15 vacas, que produzem em média 4,7 mil litros de leite/mês. “Em 2023 produzimos 57 mil litros de leite”, diz Amanda, que com 14 anos já ajuda os pais a fazerem a gestão financeira da propriedade.

Além da pecuária leiteira, Luiz conta que diversifica a produção com 2,4 hectares de área para plantio de milho e meio hectare são destinados a capim e grama. “Criamos as vacas no sistema de pastejo rotacionado, sendo que a única coisa que a gente compra para alimentação dos animais é a ração”, menciona.

Família Drescher durante passeio no Dia de Campo Copagril. (Foto: Jaqueline Galvão/OP Rural)

Com uma produção de 48 mil leitões/ano e uma área de 35 alqueires destinada para plantio de milho e soja, o produtor de suínos e de grãos, Leonor Buss, de Mercedes, destaca a importância do Dia de Campo para a cadeia produtiva. “É um evento que faço questão de vir todos os anos, não apenas para prestigiar a cooperativa, mas para que possa ter contato com as tecnologias mais recentes, conversar com diferentes profissionais sobre manejo, conversão alimentar, ambiência e inovações do setor, além de participar de palestras voltadas para a suinocultura e de trocar experiências com diferentes produtores. A Copagril prioriza uma programação repleta de atrativos para toda família, dá pra passar o dia aqui”, afirma Buss, entusiasmado.

Produtor de suínos e de grãos, Leonor Buss durante o Dia de Campo Copagril. (Foto: Jaqueline Galvão/OP Rural)

Admirado com a estrutura deste ano do evento, o produtor Waldemar Adam destaca que a exposição de equipamentos agrícolas e a área destinada aos híbridos de milho foi o que mais despertou seu interesse. “Esse ano o evento está maior, com mais empresas participantes e uma infraestrutura pensada para oferecer mais comodidade para nós, visitantes. Me chamou muita atenção a tecnologia dos maquinários, os híbridos de milho mais resistentes à cigarrinha, além da biotecnologia empregada na formulação de novos produtos”, mencionou o agricultor, que tem uma propriedade de quatro alqueires no Distrito de Iguiporã, em Marechal Rondon.

O produtor Waldemar Adam ficou impressionado a tecnologia exposta durante o Dia de Campo da Copagril. (Foto: Jaqueline Galvão/OP Rural)

Para o casal de Nova Santa Rosa, Wilfried e Lídia Weber, que atuam na avicultura de postura e na agricultura, o Dia de Campo é uma oportunidade para se atualizar e para ter contato com o que há mais moderno para o desenvolvimento do agronegócio regional. “Essa é uma grande oportunidade que temos para conhecer as tendências do setor, de buscarmos informações para que podemos melhorar cada vez mais nossos processos dentro da granja, bem como conhecer as tendências para o setor em 2024”, enaltecem.

“Essa é uma grande oportunidade que temos para conhecer as tendências do setor” expôs o casal Wilfried e Lídia Weber, (Foto: Jaqueline Galvão/OP Rural)

O Presente Rural

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Copyright © 2017 O Presente