Novembro Azul
Coluna ADI-PR

32 cidades do Oeste vão implantar consórcio intermunicipal de tratamento de resíduos

Consórcio no Oeste
Trinta e duas cidades do Oeste vão implantar um consórcio intermunicipal de tratamento de resíduos. O consórcio prevê substituir os aterros de resíduos dos municípios por um único, onde ocorrerá todo o processo de separação. O material reciclável voltará à cadeia reprodutiva e o rejeito seguirá para o aterro. As 32 cidades geram uma média de 313 toneladas de lixo/dia, 115 milhões de toneladas por ano. No Oeste, são 255 milhões de toneladas/ano.

 

Cidadania digital
A deputada Luísa Canziani (PTB-PR) passou a integrar a Frente Parlamentar da Economia e Cidadania Digital. “Uma das primeiras ações é o projeto de lei que dispõe sobre a prestação digital dos serviços da administração pública e estabelece prazo para sua implantação. O projeto garante mais produtividade e transparência na gestão pública, além de melhorar a qualidade dos serviços prestados aos cidadãos. O futuro não pode mais ser adiado!”, disse Luísa.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

Rolo no MDB

A direção estadual do MDB não aceita o resultado da convenção municipal de Curitiba que elegeu o deputado Requião Filho na presidência. A executiva estadual sustenta que o encontro não atingiu quórum mínimo suficiente, de 256 convencionais, conforme prevê o estatuto do partido. Também adianta que o diretório não cumpriu a determinação da mesma executiva que estendeu os mandatos dos diretórios municipais até setembro. A briga promete.

Rolo no PSL

O clima também promete esquentar no diretório municipal do PSL de Foz do Iguaçu. Aliados do presidente Jair Bolsonaro revelaram nas redes sociais que a atual presidente do partido, Jacira Batista da Luz, foi filiada ao PT na primeira década dos anos 2000 e pedem a intervenção da direção estadual no diretório iguaçuense.

Diminuição

Os políticos ainda enfrentam os percalços frente a opinião pública. Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas aponta que 90,8% dos brasileiros são a favor da diminuição do números dos deputados federais e senadores que representam os estados no Congresso Nacional. A pesquisa, realizada entre os dias 17 e 20 de julho, entrevistou 2.184 pessoas em todo país.

Juros altos
A taxa de juros do cheque especial subiu 1,3% em junho e chegou a 322,2% ao ano. Em 2019, os juros do cheque especial já subiram 9,6%, segundo o Banco Central. A taxa do cheque especial é 14 vezes maior do que o empréstimo consignado.

 

PSL e Psol juntos

O PSL e Psol defendem a regulamentação de medicamentos à base de canabidiol. A iniciativa da deputada Zaira Zambelli (PSL-SP) conta com o apoio do deputado Marcelo Freixo (Psol-RJ). Ainda será definido se a dobradinha será feita por meio de um novo projeto ou por emendas à proposta que já tramita na Câmara dos Deputados. A Anvisa só autoriza o uso do canabidiol – composto da maconha com efeitos terapêuticos – se os remédios forem importados.

 

Debate no Facebook

O Facebook, com 58%, é a rede social preferida do eleitorado para se comunicar com os parlamentares. É o que mostra pesquisa, encomendada pela Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, com 40 senadores e 257 deputados federais.  Na sequência das preferências dos brasileiros estão o Instagram (31%) e o Twitter (8%).

Abuso no álcool
Pesquisa do Ministério da Saúde revela que 7,7% das mulheres diziam em 2006, fazer uso frequente de bebias alcoólicas, porcentual que subiu para 11% em 2018, crescimento de 43%. Apesar de o aumento maior ter sido registrado entre as mulheres, o comportamento ainda é mais comum entre os homens. Em 2018, 26% deles disseram que fizeram uso abusivo de bebidas, contra 24,8% em 2006.

Abuso II
O levantamento identificou que entre os homens, o uso abusivo está concentrado na faixa etária dos 25 e 34 anos, onde mais de um terço (34,2%) afirmam consumir bebidas em excesso. Já entre as mulheres, a maior incidência (18%) está entre as mais jovens, entre 18 e 24 anos. As capitais com maior número de consumo excessivo são Salvador (BA), Belo Horizonte (MG) e Vitória (ES).

Cidade feliz
Maringá é uma das cidades mais felizes do país, aponta pesquisa da revista Bula a partir de indicadores de qualidade de vida que levam em conta a satisfação e o bem-estar dos moradores. A cidade paranaense ficou ao lado de São Caetano do Sul (SP) e Vitória (ES). “Em várias pesquisas, Maringá aparece entre as melhores cidades brasileiras pelos ótimos índices nas áreas de saúde, segurança e saneamento básico. É considerada um dos municípios mais arborizados do país, preservando no perímetro urbano grandes áreas de mata nativa”, diz a revista.

Da Redação ADI-PR Curitiba
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br  

 

TOPO