Copagril – Sou agro com orgulho
Silvana Nardello Nasihgil

A felicidade requer atitudes urgentes

Quando você compreender que a vida é feita de escolhas e que só a você cabe escolher como viver, terá compreendido muito da vida.

Existe no ser humano uma “gavetinha” onde se gosta de guardar os “e se?” Onde se desculpa tudo, onde se projeta como esperança o que sabemos não ter mais jeito.

Casa do Eletricista ARANDELAS

Falta coragem? Falta amor próprio diante dos detalhes da vida. Falta lembrar que se pode escolher uma vida mais leve e decidir por ela.

Nied 2021 X

São tantas pessoas ancoradas em tábua de salvação quando poderiam estar em um transatlântico com todo o conforto e segurança.

São tantas pessoas sem norte e sem projeto algum, romantizando relações tóxicas e sustentando pessoas doentes emocionalmente, que dá tristeza de ver.

Então, diante das escolhas que se pode fazer, quem tem medo do futuro, quem tem medo de tomar atitudes, quem não se ama o suficiente para escolher ser feliz viverá refém dos outros, de sentimentos escravizantes e uma vida cheias de medo e inseguranças.

Todos os dias a vida se apresenta e todos os dias podemos fazer diferente. Não podemos esquecer que quando não decidimos como queremos viver, alguém decidirá por nós. Isso justifica a quantidade de gente em sofrimento emocional e a infinidade de queixas sobre relações sem um mínimo de coerência, responsabilidade e respeito.

Ao menor sinal de sequestro dos seus sentimentos, de sofrimentos emocionais, de falta de respeito, incompreensão, descaso, desvalorização, incapacidade de conversar, decidir, falta de interesse, de cuidado, lembre-se que isso é falta de amor.

Diante das verdades, não dá para maquiar a relação esperando que as pessoas mudem. A felicidade requer atitudes urgentes em nome da saúde mental e da vida. Depois de tentativas de aproximação, depois de buscar acertos, quem não couber precisa saber que não cabe e ponto!

Existe sofrimento nas separações mesmo com causas reais para tal? Existe, sim! Mas existe muito mais quando se empenha a vida em relações sem futuro que têm como principal razão roubar a dignidade, destruir os sonhos e o melhor de cada um.

Pense nisso!

 

 

Silvana Nardello Nasihgil é psicóloga clínica com formação em terapia de casal e familiar (CRP – 08/21393)

silnn.adv@gmail.com

Grupo Costa Oeste 2021
TOPO