Copagril
Editorial

A festa vai começar

A programação oficial da Oktoberfest de Marechal Cândido Rondon começou no último dia 27 com a Pré-Oktoberfest da Rua Santa Catarina, no centro da cidade. Música, comidas e bebidas típicas, Concurso Fritz e Frida, apresentação das candidatas a Soberanas da festa, apresentações culturais, desfile, enfim, marcaram a data.

Depois foi a vez da Pré-Oktoberfest no Clube Guarani, realizada no último fim de semana. Os dois eventos promoveram um esquenta, mas é a partir desta quinta-feira (17) que a 31ª edição da festa germânica entra em seu ápice.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

A Oktoberfest deste ano ocorre entre quinta e sábado (19) com uma programação diversificada para todos os públicos, sempre regada a muita alegria e valorização da cultura. Concurso de cerveja caseira, restaurante típico alemão, concurso de cerveja artesanal, café colonial e uma robusta praça de alimentação vão suprir de energia os milhares de moradores e visitantes que devem passar pelo município nos próximos dias.

A festa deve ser um sucesso com a participação de centenas de pessoas envolvidas na organização e nas apresentações, assim como aconteceu em Pato Bragado, onde a festa do fim de semana superou as expectativas de público, com associações e grupos empenhados em realizar um evento com muita criatividade e animação.

É muito importante para Marechal Cândido Rondon e municípios vizinhos que a cultura germânica seja preservada, enaltecida e passada para essa e para as futuras gerações. Trata-se de um patrimônio que faz lembrar das raízes da história dessas cidades, do tempo em que falar a Língua Portuguesa era uma exceção por essas bandas.

Ao longo dos anos, pessoas de diferentes descendências se incorporaram à massa de alemães e descendentes que promoveram o início da colonização, deixando a cultura mais plural e rica, tornando a cidade um caldeirão de uma mistura cultural única. No entanto, ainda hoje Marechal Rondon tem um laço muito forte com a Alemanha. Por isso a importância de valorizar não somente essa festa que acontece desde o início dos anos 1990, mas tudo que envolve a cultura alemã, seus costumes e seus laços com a cidade e seus moradores.

Marechal Rondon tem um povo trabalhador, acolhedor, de muita fibra, mas também um povo que adora e sabe muito bem como fazer uma bela de uma festa. E é isso que os foliões, por assim dizer, esperam que seja de quinta-feira até sábado.

A contagem regressiva para a festa que cultua e valoriza os traços culturais da colonização rondonense já começou. É melhor tirar o pó da caneca, encontrar o traje típico, convidar os amigos e a família, promover a integração e participar desse resgate histórico que acontece a cada ano no município. O retetê está para começar.

Parabéns a todas as pessoas envolvidas na organização de mais um grande evento no município. O sucesso dos eventos anteriores já demonstra que essa vai ser mais uma Oktoberfest de êxito. Que todos possam brincar com responsabilidade e muita diversão.

TOPO