Coluna ADI-PR

Apesar do anúncio, pessoas físicas e empresas reclamam do aumento dos juros bancários

Medidas

O governador Ratinho Junior anunciou um conjunto de ações que somam R$ 1 bilhão para estimular a atividade econômica e preservar emprego e renda dos paranaenses. O valor está distribuído entre linhas de crédito para o setor produtivo e pequenos empreendedores, dilação de prazos de financiamentos das prefeituras e de impostos para empresas, e contingenciamento de recursos do orçamento.

Casa do Eletricista – Clorador Agosto

 

(Foto: Geraldo Bubniak/ANPr)

 

Preços abusivos

A Câmara de Vereadores de Curitiba aprovou a aplicação de multas para o comércio que praticar preços abusivos aos consumidores. A proposta prevê sanções que variam de R$ 10 mil a R$ 50 mil, além da suspensão do alvará de funcionamento pelo prazo mínimo de 30 dias, ou até a correção dos preços abusivos.

 

Prisão domiciliar

O ex-deputado Eduardo Cunha (MDB-RJ) está em prisão domiciliar. A decisão foi dada pela juíza Gabriela Hardt, após o emedebista ser submetido a um exame de coronavírus. Cunha realizou uma cirurgia na semana passada com um médico que foi diagnosticado com a Covid-19. Como o ex-deputado tem 61 anos e problemas de saúde, como anemia, a defesa alegou que ele se enquadrava no grupo de risco da doença.

 

Incomunicáveis

Os bancos lançaram uma ação conjunta para diminuir o impacto das medidas para conter o avanço do novo coronavírus sobre a economia. No entanto, uma série de reclamações vem alimentando as redes sociais. Entre os questionamentos mais frequentes está a dificuldade de obtenção de respostas através dos canais de comunicação impossibilitando o pedido de adiar o pagamento de parcelas de empréstimos.

 

Juros subindo

As empresas também reclamam dos altos juros. Não é só para pessoas físicas que os juros estão aumentando. Empresários declararam que os bancos estão segurando dinheiro e aumentando juros (em alguns casos, subindo 2,5 vezes a taxa). O próprio Banco Central também detectou aumento de juros e menor prazo de financiamento.

 

Renda emergencial

A Câmara dos Deputados aprovou renda emergencial de até R$ 1,2 mil para os mais vulneráveis. A proposta, segue agora para o Senado, direciona o benefício para trabalhadores informais, autônomos, desempregados e microempreendedores. O benefício alcança 100 milhões de pessoas, metade da população brasileira. Segundo integrantes da equipe econômica, o impacto deve ficar em R$ 44 bilhões durante três meses.

 

Ação conjunta

O senador Flávio Arns (Rede-PR) considera que ações de isolamento são necessárias. “Precisamos ouvir especialistas e apostar em uma ação que reduza o sofrimento da sociedade”. As medidas, segundo Arns, para garantir um menor impacto possível a economia devem ser uma ação conjunta de governos e entidades. “Estamos votando projetos importantes no combate ao novo coronavírus. É nossa função amparar legislativamente a população, ainda mais neste momento que o mundo está unido contra a Covid-19”.

 

Projeção

Segundo pesquisadores da USP, as projeções indicam que até o dia 30 de março haja mais de 20 mil casos de Covid-19 no Brasil. O número de casos está dobrando a cada três dias. A velocidade no aumento do número de casos irá depender de medidas de restrição do contato social e seu impacto só será mensurado depois de duas a três semanas.

 

Curvas epidemiológicas

Regiões com risco elevado para transmissão do Covid-19: as curvas epidemiológicas serão concomitantes em diversas regiões do Brasil. O mapa da previsão produz um indicador para cada município paranaense. As cidades que apresentam a maior fração da população que se estima contrair a infecção através do contágio comunitário são: Foz do Iguaçu, Guaíra, Cianorte, Campo Mourão, Faxinal, Londrina, Pato Branco, Paranavaí, Curitiba e região metropolitana.

 

Vice-liderança

Segundo a Johns Hopkins University, que monitora a pandemia em tempo real, a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, ultrapassou a marca de meio milhão de infectados no mundo e 22.993 mortes. Os dados apontam que os EUA estão perto de ultrapassar a Itália como país onde há o segundo maior registros de casos. A China, onde a doença se originou no final de 2019, continua na liderança no ranking de países com maior número de casos (81.782).

 

Tributos

Especialistas em questões tributárias defendem a adoção, por parte do governo federal, de medidas mais drásticas, como o adiamento do pagamento de tributos. O adiamento daria alívio imediato às empresas, reduzindo parte importante da despesa mensal das empresas. “As medidas emergenciais federais anunciadas até agora ainda são tímidas, focam na micro e pequena empresa e, por isso, são insuficientes para minimizar a crise econômica”, pondera a especialista.

 

Vacina

Com o crescimento assustador do numero de pessoas infectadas pelo coronavírus, muitos tem se perguntado quando estará pronta a vacina que torna nosso organismo imune ao vírus. A doutora em ciências biológicas Luana Raposo de Melo Moraes afirma que todos os prazos estão sendo encurtados. “O aumento exponencial das infecções e óbitos causados no mundo pressionam a busca por uma vacina. Porém, temos que ser cautelosos. A primeira vacina não deve estar disponível antes do início de 2021”.

 

Costura

Num esforço para o enfrentamento ao coronavírus, a Defensoria Pública do Paraná vai destinar R$ 8 milhões à Secretaria Estadual de Saúde. O acordo foi costurado entre o defensor-geral, Eduardo Abraão, e os deputados Hussein Bakri (PSD) e Tiago Amaral (PSB), respectivamente líder e vice-Líder do Governo na Assembleia Legislativa.

 

Redação ADI-PR Curitiba  
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

TOPO