Copagril
Isai Marcelo Hort

BENEFÍCIOS DAS TRIBULAÇÕES – 4ª PARTE

Não através do sucesso, mas, sim, dos “fracassos” da vida é que fazemos os melhores ajustes. O salmista escreveu desta maneira: “Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios”. Sl 90.12

Não quando nos sentimos seguros e fortes, mas, sim, frágeis e vulneráveis é que fazemos as reflexões mais profundas. Diante da morte refletimos sobre as perguntas mais importantes da vida:

Casa do Eletricista CÂMERAS

– Onde passarei a eternidade?

– Qual legado deixarei para os que permanecerem?

OS TORNADOS NOS DEIXAM MAIS “HUMANOS”

Somos humanos, mas enquanto tudo está “bem” agimos como animais. Animais selvagens engravatados. No mundo competitivo e capitalista, crescemos achando que os outros são concorrentes e rivais que precisam ser vencidos no mundo dos negócios.

Quando pequenos, brigamos pelos brinquedos. Quando adultos, casais se separam por gastos do cartão de crédito. Mais tarde, famílias inteiras se digladiam pela herança. Porém, quando vêm os “tornados”, voltamos a nos lembrar que precisamos uns dos outros. Somos frágeis e ninguém sabe como será o dia de amanhã.

Em todos os anos que vivo em Marechal Cândido Rondon, creio que nunca vi tanto amor, solidariedade e doações acontecer como nos dias após o tornado registrado em novembro. Roupas, alimentos, eletrodomésticos, entre muitas outras coisas, foram doados em grandes quantidades para as famílias afetadas.

Mutirões de limpeza foram organizados pela prefeitura para ajudar a remover entulhos das casas. Durante as limpezas pude sentir um clima de alegria entre os voluntários. Uma alegria muito mais profunda do que aquela que se sente ao comprar algo novo. A alegria de ajudar o próximo: este é um dos mais elevados estágios da alegria cristã.

GANHEI TUDO NOVO!

Em uma casa humilde, carregávamos um velho e enferrujado fogão para o lixo. Perguntei ao dono se ele não funcionava mais e se precisaria de outro. Ele me contou que já havia ganho todos os eletrodomésticos novos. Grato, ele afirmou que sua vida após o tornado estaria melhor do que antes, devido ao amor e às doações que recebeu.

Sem o tornado, será que algum dia alguém teria sequer pensado em ajudar aquela família pobre?

A bíblia diz que amigos se tornam irmãos em meio à angústia: “Em todo o tempo ama o amigo, mas na angústia nasce o irmão”. Pv 17.17

Tornados não destroem somente casas, eles também derrubam o ego que construímos dentro de nós, que antes impedia de ver o nosso irmão.

Nos momentos de angustia é que realmente percebemos se temos amigos ou apenas conhecidos ao nosso lado. Nos momentos difíceis, os amigos profundos se tornam irmãos de coração e alma. Como é bom sentir a presença de uma amigo-irmão durante os “tornados” da vida.

 

* O autor é pastor da Igreja de Deus no Brasil em Marechal Cândido Rondon

isaihort@yahoo.de

TOPO