Ecoville – Maior rede de limpeza
Paraná Produtivo - ADI-PR

C.Vale vai destinar aos associados em 2020 valor maior de sobras que o disponibilizado em 2019

Aumento de repasses…

A C.Vale vai destinar aos associados valor maior de sobras no início de 2020 que o disponibilizado na assembleia de fevereiro de 2019, apesar de o faturamento crescer menos que o previsto. A redução no recebimento de 8,8 milhões de sacas de soja da última safra devido a estiagens limitou o crescimento da receita, mas as exportações de carne de frango com taxa de câmbio bastante favorável impulsionaram a rentabilidade. “A carne de frango passou a ter um valor maior devido à peste suína africana na China. Passamos a exportar 73% da nossa produção”, explica diretor-presidente da cooperativa, Alfredo Lang.

Casa do eletricista MINIESCAVADEIRA

 

… e investimentos

Durante confraternização com lideranças da cooperativa, em Palotina, Lang revelou que mais de 315 mil toneladas do produto haviam sido comercializadas até o início de dezembro. Ele projeta faturamento entre R$ 8,6 e R$ 8,7 bilhões em 2019 contra R$ 8,5 bilhões do ano anterior. Ele antecipou que a cooperativa está começando a elaborar projeto para construção de uma indústria para esmagamento de soja no complexo agroindustrial de Palotina para atender a demanda por óleo e farelo para produção de rações.

 

Trator Solidário

A Secretaria Estadual da Agricultura vai ampliar o número de agências para financiar o programa Trator Solidário. Um instrumento de parceria assinado nesta semana com o Sicoob vai dar mais condições de atendimento ao agricultor familiar. O Trator Solidário permite ao agricultor familiar beneficiado comprar um trator, colhedora ou pulverizador por preços até 15% mais baratos em relação aos de mercado. O Sicoob vai disponibilizar até R$ 80 milhões para financiar a compra de tratores e demais equipamentos para as safras 2019/20 e 2020/21.

 

É o agronegócio

Entre o primeiro trimestre de 2014 até o terceiro trimestre deste ano só o agronegócio e as exportações cresceram no país. A agropecuária cresceu 14,6%, enquanto a indústria caiu 11,2% e os investimentos 23,2%. O que se sabe é que o agronegócio é dos setores que mais avançaram em inovação no país nos últimos anos. Basta pensar em toda a inovação que tem sido criada na área de biotecnologia, especialmente na celulose e no etanol.

 

Faturamento

As exportações de carnes bovina, suína e de frango geraram receita US$ 755,8 milhões de faturamento para o Brasil. Comparado com o mesmo período do ano passado, houve uma forte alta: 45% em relação US$ 521,1 milhões contabilizados em novembro de 2018.

 

PIB Agropecuário

A agropecuária foi o setor que apresentou a maior alta na composição do PIB brasileiro, registrando crescimento de 1,3%. No mesmo período, a indústria cresceu 0,8% e o setor de serviços 0,4%. A taxa acumulada nos últimos quatro trimestres resulta num crescimento do PIB de 1,0% e da agropecuária de 2%. A indústria não cresceu e os serviços cresceram 1,2%. O PIB alcançou R$ 1,842 trilhão no terceiro trimestre. Desse valor, a agropecuária participa com 4,3%, a indústria com 19,1% e o setor de serviços com 62,5%.

 

Defensivos liberados

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região derrubou decisão liminar que suspendia o registro de 63 defensivos agrícolas no país. O desembargador federal Francisco Roberto Machado deferiu a liminar no agravo de instrumento apresentado pela União, que pedia a imediata suspensão da decisão que sustou os efeitos do Ato nº 62 do Ministério da Agricultura, publicado em setembro. O mérito da questão ainda será analisado.

 

Novo IR

O presidente Jair Bolsonaro pretende aumentar a faixa de isenção de imposto de renda para aqueles que ganham até R$ 2 mil ainda neste ano. O desejo é que trabalhadores que tenham salários de até R$ 5 mil fossem isentos da cobrança até 2022.

 

Pente-fino

O pente-fino no INSS que permitiu uma operação especial de análise de processos com suspeitas de irregularidade resultou no cancelamento e na suspensão de 261,3 mil benefícios em quatro meses de trabalho. Um universo de 1,84 milhão beneficiários com processos suspeitos estão sendo notificados. Segundo o INSS, a medida já resultou em uma economia de R$ 336 milhões e, em um ano, chegará a R$ 4,3 bilhões. A meta é bater R$ 10 bilhões por ano.

 

Privatizar?

A equipe do ministro Paulo Guedes (Economia) já iniciou o estudo de privatização do Banco Brasil – o maior banco estatal do país. Só falta convencer o presidente Jair Bolsonaro da proposta. Ele é contra.

 

Encontro em Medianeira I

Cooperativistas de todo estado vão se reunir hoje (06), no Centro de Eventos da Cooperativa Lar, em Medianeira, onde participam de Encontro Estadual da Ocepar com o propósito de celebrar as conquistas alcançadas pelo setor ao longo do ano. São esperadas duas mil pessoas, entre cooperados, colaboradores, dirigentes, demais lideranças ligadas ao cooperativismo paranaense, seus familiares e convidados.

 

Encontro em Medianeira II

O presidente da Ocepar, José Roberto Ricken, vai fazer um balanço do ano e apresentar os resultados alcançados neste ano pelas cooperativas do Paraná. Atualmente, são 215 cooperativas de sete ramos (agropecuário, crédito, saúde, infraestrutura, consumo, transporte, trabalho e serviços) registradas. Em 2018, atingiram faturamento de R$ 83,7 bilhões e fecharam o ano com 1,7 milhão de cooperados e 101 mil colaboradores. As exportações somaram US$ 3,5 bilhões. O setor responde por 60% do PIB agropecuário paranaense.

 

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br   

 

TOPO