Copagril – Sou agro com orgulho
Editorial

Coletividade

Oito em cada dez paranaenses pretendem comprar presentes para o Dia das Mães neste ano, segundo a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio-PR). O número é 18% maior que em 2020, quando 68% dos entrevistados disseram que iriam presentear. A estimativa é que a data faça girar R$ 820 milhões somente no Estado.

Para dar um incentivo a mais, associações de empresários criam campanhas para atrair para si o interesse do consumidor. Em Marechal Cândido Rondon, a campanha “Amor Sempre Presente – Dia das Mães”, promovida pela Associação Comercial e Empresarial (Acimacar), começou ontem (03) e segue até 24 de maio. Nas compras, os consumidores recebem cupons para concorrer a R$ 20 mil em vales-compras. Serão 52 ganhadores, com prêmios entre R$ 300 e R$ 1,5 mil.

Casa do Eletricista – Tubos e Conexões

Além de demonstrar o amor pelas mães, ao comprar no comércio local os consumidores ajudam a movimentar dinheiro no município, fomentam o crescimento econômico e contribuem a manter empregos e empresas em atividade. Se puder, dê preferência às lojas da cidade. Valorizar o empreendedor local, optar pelas compras no município, é uma forma de combater os graves efeitos econômicos que a pandemia trouxe, uma forma de combater esses efeitos em nosso quintal.

O Dia das Mães é a segunda data mais importante para o comércio, atrás apenas do Natal. As vendas esperadas podem servir para ajudar os empresários após mais de um ano de vendas estagnadas e quedas de faturamento criadas por lojas que ora abriam, ora fechavam, e pelo empobrecimento das famílias, com a queda na renda experimentada na pandemia. Um alento para empresas que estão no sufoco para não demitir colaboradores, continuar a pagar seus impostos e outras obrigações e ter algum lucro.

É uma data que pode não só aliviar a situação financeira das empresas, mas também trazer um pouco de esperança em dias melhores, demonstrar que haverá, sim, um tempo em que isso vai ficar para trás e que as coisas vão voltar à normalidade, seja ela uma nova ou a velha normalidade.

É uma hora muito conveniente para valorizar a coletividade. Unidos, em uma mesma direção, regidos pela mesma batuta, consumidores e comerciantes de Marechal Cândido Rondon podem ajudar a si mesmos. Uma comunidade desenvolvida e economicamente estável usa os recursos criados nela para mantê-la. Ou seja: boa parte do dinheiro fica no município, fazendo a roda da economia girar, com o perdão do trocadilho.

É tempo de cuidar uns dos outros. Cuidar da sua saúde, mas também da saúde do seu vizinho, cuidar de seu emprego e ajudar a cuidar do emprego dos outros, cuidar do seu comércio, valorizando o comércio vizinho. É tempo de solidariedade e de união.

Se você puder, dê um presente com muito carinho para sua mãe. Se for possível, compre nas empresas da cidade. E se você tiver a sorte grande para poder abraçá-la, faça com muito amor. Certamente o que os filhos e filhas mais querem é a saúde plena de suas mães, mas custa bem pouco materializar esse amor com um presentinho.

TOPO