Pref. Pato Bragado – Dengue 2019
Casa, bem me quer casa

Compota de Laranjinha Kinkan

Ooiii!!

“Aninha

Casa do Eletricista folha LORENZETTI
Doces e poemas 
Poemas que são doces
Doces de poemas 
De Cora doceira
De Cora da ponte
De Cora da fonte…
Da vida
Canto o poema
Poema de encanto
Poema que aflora
Da doce Cora
Alma com açúcar
Mãos com poesia
Céu vermelho
Rio vermelho
Vermelhos frutos
Caju e amora
São doces os divinos doces
Feitos por Cora
Canto a juventude
De Cora doceira
De Cora doceira
De Cora da ponte
De Cora da fonte”
Cora Coralina

 

Compota de Laranjinha Kinkan

 


Ingredientes:

– Uma bandeja de 400 gr de laranjinha kinkan
– Duas xícaras das de chá de açúcar
– Caldo de duas laranjas Bahia
– Seis cravos da Índia
– Dois favos de anis estrelado
– Água para cozinhar e para a calda

Modo de Preparo:

Lave as laranjinhas e corte-as ao meio. Leve ao fogo para cozinhar com um litro de água por meia hora. Deixe esfriar e escorra a água, desprezando-a. Retire as eventuais sementes que ainda ficarem nas laranjinhas. Faça uma calda com o suco das laranjas Bahia, uma xícara de água, o açúcar, o cravo e o anis. Assim que levantar fervura coloque as laranjinhas kinkan já cozidas e deixe ferver por vinte minutos, acrescentando mais água, aos pouquinhos, se necessário.
Tudo de bom, uma delícia!! Vou repetir várias vezes essa compota.
TOPO