Copagril
Isai Marcelo Hort

Cônjuge, o maior motivador!

Cônjuge, o maior motivador!

 

Imagine o perigo se o colega de trabalho do seu parceiro(a) elogiá-lo mais do que você?

Casa do Eletricista CÂMERAS

Seja o maior motivador de sua esposa. Ela deve encontrar em você uma fonte de inspiração e alegria para viver. O mesmo vale para as esposas.

Quando um dos dois está desanimado, deve existir um anseio por chegar em casa, pois sabe-se que ali as forças serão restauradas, com impulsos carinhosos que virão do companheiro(a).

Quanto mais animado ele estiver, melhor será o “clima” dentro de sua própria casa. Os parceiros sabem disso.

O que você faz quando seu cônjuge comete um erro? Levanta um olhar arrogante dizendo: “Eu sabia que não daria certo” ou “como não pensou nisso antes?”.

Estas são típicas frases de rivais. Ao invés de levantarem o companheiro, atiram pedras quando o outro já está caído.

Não ataque seu maior “sócio”. Vocês dividem o maior “negócio” da vida, que é a família. Não jogue pedras, dê flores. Não grite, fale calmo. Não dê indiretas, seja sincero. Não rebaixe, levante. Quando for necessário corrigir, faça com amor.

Invista no melhor negócio e enriqueça o coração!

“… Pois se caírem, um levantará o seu companheiro”. Ec. 4:10

 

 

O calor matrimonial

“Se dois dormirem juntos, eles se aquentarão” (Ec. 4.11). É proibido deixar o outro passando “frio”. Quem dorme gelado são os rivais. Estes se voltam cada um para o seu lado da cama e ficam esperando para ver quem morre de frio primeiro. Alguns passam semanas deixando o outro “no gelo”.

Não substitua o calor do cônjuge pelo celular ou TV. Nossa alma precisa do calor humano, jamais devemos tentar aquecê-la eletronicamente.

Não se aqueça com a bebida, deixe sua esposa lhe aquecer. Tem homens que chegam alcoolizados em casa, caem na cama sujos e fazem a esposa passar a noite gelada. Ela sofre com a ausência do marido que está em casa. É isso mesmo: “ausência do marido presente”. Aquele que está ao seu lado não é exatamente seu marido, é um alcoólatra que não cumpre o que prometeu no início do relacionamento.

O marido maduro sabe que precisa cumprir sua tarefa de aquecer a esposa. Cuide bem para que o corpo e a alma dela estejam tão aquecidos a ponto de jamais sentir tentação de buscar outro “calor”.

O “fogo estranho” que não é procedente do cônjuge é uma chama ligada diretamente ao mal. Ela incendeia toda a família e deixa “queimaduras” até nos filhos.

Esposa, nunca dê um gelo no seu marido. Se ficou magoada, conversem e resolvam antes de dormir. Ele é um homem que precisa do teu calor. Deixá-lo sair de casa com a “alma gelada” é colocá-lo em tentação perigosa, diante das ofertas de calor que podem existir por aí. Mantenha-o aquecido com suas palavras, abraços e carinhos íntimos. Ele carece constantemente daqueles beijos calorosos que você dava quando ele decidiu unir-se a você.

TOPO