Copagril – Compras no Site
Ford Ranger 2021 + Territory
Arno Kunzler

Em que você acredita?

Cresce a cada dia o número de “consultores” ou adivinhadores que desejam provar suas teorias.

As mais importantes questões colocadas nas últimas semanas são o pico da pandemia e o pico da crise econômica.

Casa do Eletricista – NÃO PAGUE AR

O que é certo e que todos concordam até o momento é que vamos superar a pandemia, sim, mas com muitas mortes, muitas falências e muito desemprego.

Mas e daí, a economia brasileira vai ser como, se muitas empresas forem à falência e muitos empregados perderem seus empregos?

Eu me atrevo a dizer duas coisas.

Primeiro, a economia vai continuar bem para quem trabalha e se dedica à sua atividade, mesmo aquele que precisar fechar a empresa e mudar de atividade ou aquele que perder o emprego e precisar de nova oportunidade.

O Brasil está cheio de oportunidades e sempre haverá falta de pessoas que queiram trabalhar, melhorar e crescer.

Não é uma boa ideia achar que a crise vem atropelando a economia e que vai matar todo mundo.

Nem é uma boa ideia esperar a crise passar para depois pensar em alguma alternativa.

Não existe no mundo um modelo de negócio 100% eficaz e nem um momento 100% adequado que não dependa do empenho, da dedicação e capacidade de quem o dirige.

Não existe fórmula governamental e nem lei que faça uma pessoa sem iniciativa ou despreparada superar sozinha uma turbulência.

Segundo, não há crise que segure as pessoas empreendedoras e que buscam constantemente algo novo e espaços para explorar.

Quem tem iniciativa e persistência sempre encontra o que e onde fazer.

Ainda que muitas coisas possam mudar, muitas atividades possam passar momentos difíceis, o mundo dos negócios vai estar sempre esperando por novos empreendedores.

Acredite, se para muitos esse é um momento difícil, para outros tantos pode ser a grande oportunidade.

Logo, pode ser que a crise chegue e pode ser que não.

Vai depender de como cada um se comporta diante dos novos desafios, diante das dificuldades impostas e das oportunidades existentes.

Não há manual para dizer o que é certo e o que é errado, não há ninguém que possa garantir que a crise já veio ou se ela ainda vem.

O que é certo, porém, é que as pessoas que acreditam em si, que se dedicam e investem no seu negócio têm menos chance de serem atingidas pelas crises, essa e outras tantas.

Talvez, a palavra-chave hoje seja: acredite!

 

Arno Kunzler é jornalista e diretor do Jornal O Presente e da Editora Amigos

arno@opresente.com.br

TOPO