Pref. Pato Bragado – Dengue 2019
Casa, bem me quer casa

Espalhe, por onde for!

Tenho por hábito anotar citações, frases, poesias, poemas e trechos de livros.

Não sei, gosto dessa coisa do papel e caneta. Talvez seja algo adquirido nos tempos de escola, nas aulas de literatura, especificamente do Romantismo ou simplesmente algo herdado de meu pai. Ele tem um grande gosto pela leitura e por anotações. Para não ser injusta: coisa de minha mãe e irmãos, também.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

E foi numa dessas milhares de anotações que já fiz, tem uma que achei dias atrás ao folhear um dos meus cadernos, que me fez refletir e querer compartilhar com vocês. Afinal, precisamos muito espalhar amor e levar amor, afinal, não pesa.

“Somos condutores de energia. Se desejamos o bem, o bem vem. Se espalhamos amor, o amor fica. Se sorrimos, sorrisos recebemos. Pode demorar. Pode não ser sempre. Mas se tem uma coisa que a vida faz é ser grata, desde que sejamos com ela. Se tem uma coisa que o Universo faz é ser justo, desde que sejamos com nosso próximo.

As coisas acontecem. A bondade existe. O amor vence. E toda positividade precisa circular.

Espalhe”.

TOPO