Copagril – Sou agro com orgulho
Tarcísio Vanderlinde

Fortaleza inexpugnável

Satélites, drones e aviões invisíveis ao radar relativizaram o fator geográfico em cenários de guerra. Contudo, o conhecimento empírico da natureza nesta particularidade ainda não foi descartado. O território permanece como pretexto basilar em diversos conflitos mundiais.

O episódio do cerco de Massada no ano 70 mostra a importância do conhecimento geográfico em conflitos militares. Situado a Sudoeste do mar Morto, deserto da Judeia, Massada é a denominação de um imponente rochedo de aproximadamente 400 metros de altitude que servia como fortaleza natural considerada inacessível ao inimigo. Pelo menos é o que pensavam os zelotes (facção judaica radical) ali entrincheirados.

Copem/Pedalando Por Bíblias

Josefo conhecia o local, e descreve que Massada era como um rochedo rodeado “de todos os lados de vales profundos cujo fim não se alcança com a vista, porque outras rochas a ocultam”.

Nied 2021 M1

O lugar havia sido fortificado já à época de Herodes com palácios e edificações como cisternas e depósitos de alimentos para suportar períodos prolongados de cerco: “Os temores de Herodes tinham posto esta praça em tal condição, que, embora fosse a única (trincheira) que ainda restava, os romanos não podiam, sem tomá-la, terminar a guerra contra os Judeus”.

Combate Max Natal

Havia apenas dois acessos ao topo do platô. Um deles ficava no lado que se avista o mar Morto e praticamente ainda é o mesmo utilizado pelos visitantes dos tempos atuais. A maioria prefere chegar ao topo por teleférico. Josefo descreve o caminho utilizado à época do conflito e que ainda é utilizado:

Rui Sonho nov/dez 2

“Deu-se a um destes caminhos o nome de cobra, porque ele descreve curvas e mais curvas que as rochas que lá se encontram o obrigam a fazer. Há desvios, de um lado e de outro, para se poder progredir, pouco caminha-se por ali com grande dificuldade, porque se deve ter todo o cuidado, no mudar os pés para não escorregar; a morte é inevitável se vier a cair entre estas rochas”.

De fortaleza considerada inexpugnável, mas tomada pelos romanos a partir da construção de uma rampa monumental ainda visível, Massada é hoje um parque nacional procurado por visitantes de todas as partes do planeta. O lugar mantém o simbolismo de resistência dos zelotes do primeiro século.

Ao sentirmos a atmosfera do local, fomos surpreendidos pelos estrondos de caças de guerra do Exército de Israel. Constatou-se depois ser apenas uma patrulha de vigilância. As sirenes de fato foram acionadas no país duas semanas após termos passado pelo local. Iniciava-se o conflito de 2014 entre Israel e Gaza.

 

O autor é professor sênior da Unioeste

Grupo Costa Oeste 2021

tarcisiovanderlinde@gmail.com

TOPO