Coluna ADI-PR

Governador defende Faixa de Infraestrutura do litoral

 

O governador Ratinho Junior não tem fugido de assuntos polêmicos. Um deles é a construção da chamada Faixa de Infraestrutura, uma obra no litoral que vem sendo questionada por ambientalistas. O argumento contrário ao projeto é que a estrada só facilitará o acesso a um porto privado que deve ser construído em Pontal do Sul. “Não podemos, por questões ideológicas, ficar presos no tempo”, sustenta o governador. “A Faixa é um projeto de Estado, que vai contribuir para o desenvolvimento do litoral e do Paraná”, destaca. Segundo Ratinho Junior, o litoral catarinense vive uma realidade de Miami por causa do progresso recente, enquanto no Paraná a região litorânea fica presa a uma situação mais próxima do Haiti.

 

Faixa de Infraestrutura do litoral (Fotos: Divulgação/Seil)

 

Concessão federal
As rodovias estaduais PR-323, que cortam o Noroeste, PR-280, no Sudoeste, e PR-092, no Norte Pioneiro, têm grandes chances de integrar o pacote de concessões rodoviárias do governo federal. O assunto já está alinhavado com o Ministério da Infraestrutura. Além destas, todo o Anel de Integração será licitado pela União.

 

Aeroportos à venda
O plano do governo federal também inclui a concessão de quatro aeroportos paranaenses para a iniciativa privada. São eles: Afonso Pena (São José do Pinhais), Bacacheri (Curitiba), Londrina e Foz do Iguaçu.

 

Classe A endividada
A vida não está fácil pra ninguém. Pesquisa da Fecomércio aponta que os consumidores paranaenses mais endividados estão nas classes A e B. 96,5% das famílias com renda superior a dez salários mínimos têm algum tipo de dívida. Entre as classes C, D e E esse percentual é de 88,6%. Os números colocam o Paraná no topo do ranking de endividamento nacional.

 

Mulheres no comando
Mais de 100 mulheres que exercem posição de lideranças em empresas participam nesta sexta-feira (15) do MEX Brasil – Espaço Mulheres Executivas, em Curitiba. O tema do encontro é “O Paraná que queremos. Iniciativas que vão desenvolver nosso Estado”. Criado em 2006, no Paraná, e depois expandido para o Brasil, o MEX Brasil visa fortalecer a participação feminina no mercado corporativo.

 

Macuco em Capanema
Capanema quer se reinventar como o novo destino turístico do Estado. No final da semana, o município inaugura oficialmente uma série de passeios no Parque Nacional do Iguaçu, que serão oferecidos pela empresa Macuco Ecoaventura, a mesma responsável pelo conhecido Macuco Safari, que leva turistas de barco bem perto das Cataratas, em Foz do Iguaçu. Estão incluídos no roteiro a trilha da Taquara, a cachoeira do Rio Silva Jardim, as curiosas lagoas da Ilha do Cavalo e a Ilha do Sol. Na inauguração, presença confirmada do governador, secretários de Estado, deputados, representantes do Sebrae e de Itaipu, além de outras lideranças.

 

TOPO