Copagril
Editorial

Hora do brinde

Uma nova festa bate à porta de Marechal Cândido Rondon. O evento mais esperado do ano começa hoje (21), e segue até o terça-feira (25), com uma extensa programação de atrações que deve agradar a gregos e troianos. De exposição de flores a montaria nos touros mais bravos do Brasil, passando pela exposição das melhores e mais conceituadas marcas do comércio, indústria e serviços do município, dos vizinhos e até de outras regiões, de café colonial ao boi no rolete, pelo rock da banda Nenhum de Nós e pelo sertanejo de Guilherme e Santiago, de parque de diversões até aos deliciosos quitutes tradicionais de festas populares, a Expo Rondon promete muita agitação.

A Expo, promovida por uma nova administração, tem o mesmo objetivo, de entreter esse povo trabalhador, carinhoso e acolhedor na festa de 57 anos de emancipação de Marechal Cândido Rondon. Mesmo em um ano turbulento, cheio de dificuldades econômicas, escândalos políticos e uma tímida menção de sair da pior recessão da história do Brasil, o município e seus cidadãos têm o que comemorar. A festa brinda, celebra, um povo incansável e ordeiro.

Casa do Eletricista PISCINAS

O comércio preparou tudo com o maior carinho. Estandes muito bem produzidos demandaram altos investimentos por parte da iniciativa privada, que observa na festa municipal a oportunidade de faturar uma grana extra, perpetuar sua marca ou mesmo apenas estar junto do cliente, do consumidor. A indústria também vai dar as caras. O setor de serviços está pronto para encantar o visitante.

Centenas de pessoas trabalharam incansavelmente durante as últimas semanas para deixar o Parque de Exposições Alvaro Dias impecável para receber os visitantes. A expectativa é de que pelo menos 80 mil visitas sejam contabilizadas no evento, 20 mil delas somente no domingo, quando será apreciado o prato típico do município: o boi no rolete.

Não é exagero dizer que a cidade se prepara com ansiedade para a chegada do evento. As lojas fazem promoções de roupas, as pessoas falam no assunto, as propagandas incluem a Expo junto às marcas das empresas, as famílias agendam seus passeios. É um evento lindo, aconchegante, de lazer, mas economicamente promissor.

Vale ressaltar um gesto nobre da administração pública de Marechal Cândido Rondon, que organiza o evento. Foram extintas as tradicionais fichas de almoços, cafés, shows, etc., que eram distribuídas gratuitamente para funcionários públicos, imprensa e outros entes. Afinal, a festa precisa, ao menos, empatar o custo. Ao invés disso, alunos de escolas públicas e da Apae ganharam ingressos para o parque de diversões. Bem mais justo.

As portas se abrem hoje para mais uma celebração da vida e da prosperidade de Marechal Cândido Rondon e de seu povo. É um momento de festejar as conquistas, projetar negócios, dar boas risadas, encontrar amigos e se deleitar com as atrações gastronômicas singulares desse chão. Sorria, cante, pule, beba, compre, se emocione. A Expo Rondon é de todos e para todos.

TOPO