Editorial

Luz no fim do túnel

Depois de quatro longos, estranhos, cruéis e desafiadores meses, desde o início da pandemia, o Brasil parece esboçar uma saída desse caos. Os problemas sanitários provocados pelo coronavírus geraram mortes e sofrimento, mas ainda causaram uma segunda epidemia, a econômica, e derreteram a renda das famílias, empresas e governos em todo o mundo.

Em Marechal Cândido Rondon e microrregião, enfim, há uma luz no fim do túnel. Parece que, paulatinamente, as coisas vão se encaminhando para a volta à normalidade, ou ao novo normal, como queiram. E fatos concretos corroboram esse sentimento positivo em relação ao futuro.

[ Publicidade ]
Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

Depois de fechar e reabrir por três vezes, os comerciantes de Marechal Rondon parecem suspirar aliviados com o fim de tanta incerteza. Ficaram para trás os sofridos dias longe dos clientes, colaboradores e fornecedores. O otimismo com a retomada é evidente, tanto que empresários já estão de olho nas próximas datas comemorativas e, é claro, nos dias frios que ainda virão para abrir a represa de seus produtos.

[ Publicidade ]
Nied maio 2022 Z

O setor de turismo, talvez o último a retomar o ar, praticamente renasce. Com ele, hotéis, restaurantes, companhias aéreas e de aluguel de carros etc. A geração de empregos nesse setor, mesmo que gradual, pode ser importante instrumento para a melhoria dos níveis de emprego não somente na região Oeste, mas no país e no mundo. Eventos esportivos, como os campeonatos paranaense e gaúcho de futebol, já aliviam a pressão financeira que clubes e entidades ligadas ao esporte sofrem – hoje (21) tem Gre-Nal.

A construção civil rondonense retoma os trilhos que percorria desde o ano passado. Grandes empreendimentos, que geram dezenas de empregos, estão sendo construídos, como o novo supermercado do Allmayer, que promete repaginar o conceito de compras, e a Villa Germânica, um centro gastronômico típico para valorizar a cultura e a gastronomia local e nacional.

Em boa parte do país, o número de casos já se estabilizou ou começou a cair – não é o caso do Paraná, por isso enxerga-se a luz no fim do túnel, mas o Estado ainda percorre o túnel. Na segunda-feira (20), duas ótimas notícias ganharam os noticiários: os resultados promissores de duas vacinas, desenvolvidas na China e nos Estados Unidos.

A pandemia está também deixando aprendizados. O ensino remoto e o home office vão ser aprimorados. As relações de trabalho devem começar a mudar. As vendas pela internet vieram para ficar mesmo para aqueles que resistiam e tiveram que se debruçar no mundo digital. Não faz mais sentido não estar on-line.

Ainda há um longo caminho a trilhar para que Marechal Cândido Rondon, a região e o Paraná saiam desse túnel escuro e sombrio. Por isso, lavar bem as mãos, manter o distanciamento social, usar máscara e ficar em casa quando possível ainda são os melhores remédios contra a Covid-19. Logo, logo a sociedade retornará à luz.

 

TOPO