Copagril – Sou agro com orgulho
Paraná Produtivo - ADI-PR

Mesmo em ano desafiador, faturamento da Copacol chega a R$ 5,6 bilhões em 2020

Recorde da Copacol

Após um ano desafiador, com alto custo para manutenção das atividades provocado pela supervalorização das commodities, o faturamento da Copacol (Cooperativa Agroindustrial Consolata) chegou a R$ 5,6 bilhões em 2020, crescimento de praticamente 30% em comparação a 2019. O balanço oficial foi aprovado durante Assembleia Geral Ordinária realizada na última sexta-feira (29). A Copacol ampliou as vagas no mercado de trabalho, gerando emprego e renda em toda a região. Atualmente, são 11,2 mil colaboradores diretamente ligados à cooperativa. O quadro social também aumentou e agora são 6,2 mil cooperados. Outro marco importante para a cooperativa foi o pagamento recorde em sobras: R$ 120,3 milhões, sendo 50% repassados antecipadamente em dezembro. Do montante, R$ 30 milhões foram destinados para reservas na avicultura, piscicultura e suinocultura.

 

Casa do Eletricista – BOBCAT

Produção de soja

A produção brasileira de soja em 2020/2021 deve totalizar 133,104 milhões de toneladas, com elevação de 4,7% sobre a safra da temporada anterior, que ficou em 127,178 milhões de toneladas. A estimativa foi divulgada pela consultoria Safras & Mercado. No dia 11 de dezembro, data do relatório anterior, a projeção era de 132,498 milhões de toneladas. Com a colheita em fase inicial, a consultoria indica aumento de 3,2% na área, estimada em 38,61 milhões de hectares. O levantamento indica que a produtividade média deve passar de 3.415 quilos por hectare para 3.465 quilos. O clima ainda é importante para a consolidação da produção brasileira. No Paraná e nos Estados do Centro-Oeste e do Sudeste, a partir do início de fevereiro não pode haver grandes excessos de umidade para que os trabalhos de colheita comecem e avancem em ritmo satisfatório e a qualidade dos grãos não seja prejudicada.

 

Produção de uvas

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (Iapar) – Emater (IDR-Paraná) está lançando o livro Viticultura tropical: o sistema de produção de uvas de mesa do Paraná. Partindo de um detalhado panorama da produção e do mercado da fruta, o livro aborda do planejamento da propriedade e do empreendimento, escolha do terreno e de cultivares, a necessidade de observar os fatores climáticos, boas práticas agronômicas na condução de parreirais e colheita até os cuidados na comercialização. Destinado a técnicos, produtores e estudantes de Ciências Agrárias, o livro custa R$ 150 mais o valor de envio. Para adquiri-lo, o interessado deve encaminhar uma mensagem para publicacoes@idr.pr.gov.br.

 

Vinho brasileiro

Em um ano muito difícil para a economia brasileira, o mercado de vinhos foi na direção oposta e deu um salto histórico em 2020. O consumo per capita subiu 30% no país, em meio ao isolamento social, chegando à máxima de 2,78 litros para cada habitante com mais de 18 anos. No entanto, o ano foi positivo para o nicho das vinícolas nacionais de vinhos finos. Segundo a Ideal Consulting, que acompanha a evolução do setor, as vendas desses produtos dobraram. Uma confluência de fatores contribuiu para o mercado como um todo, mas principalmente os vinhos brasileiros de preço mais alto, que tiveram uma expansão de consumo fora da curva em 2020. O principal deles foi a alta do dólar, que se manteve bem acima de R$ 5 por boa parte do ano. As vinícolas nacionais se beneficiaram também de uma melhor distribuição – tanto no varejo tradicional quanto no e-commerce – e pela qualidade da safra 2019/2020.

 

Loterias da Caixa

A pandemia e a crise econômica parecem ter incentivado os brasileiros a tentarem a sorte: em 2020, a Caixa Econômica Federal bateu recorde de arrecadação com apostas em loterias – foram R$ 17,1 bilhões, o melhor resultado da história e uma alta de 2,35% em relação a 2019. Segundo o banco, também houve recorde no valor dos prêmios distribuídos, que superou os R$ 5,9 bilhões, pagos a 300,8 milhões de apostas premiadas. Outros R$ 8,05 bilhões foram repassados a áreas prioritárias do país. A Caixa é responsável pelo repasse das arrecadações geradas pelas apostas. Os valores são distribuídos para áreas como Cultura, Saúde, Educação, Segurança, Esportes, Seguridade e outros.

 

Produção da indústria

A indústria brasileira iniciou 2021 perdendo força, afetada pelo menor crescimento de novas encomendas e produção desde meados do ano passado e por maior cautela das empresas, apontou ontem (1º) a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês). O IHS Markit informou que seu índice PMI caiu a 56,5 em janeiro, de 61,5 em dezembro. Embora tenha permanecido acima da marca de 50, que separa crescimento de contração, a leitura foi a mais baixa desde junho do ano passado. Em janeiro, o índice de novos pedidos, maior subcomponente do PMI, apresentou crescimento, mas no ritmo mais fraco dos últimos sete meses. O índice de novos pedidos para exportação estagnou em janeiro, dando fim a uma sequência de quatro meses de expansão.

 

Parceria com a Índia

O presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, se reuniu na última sexta-feira (29) com o CEO da IFFCO, a Cooperativa de Fertilizantes dos Agricultores Indianos. U S Awasthi manifestou o interesse de sua cooperativa em estreitar a cooperação com o movimento cooperativista brasileiro, especialmente no segmento agrícola. A IFFCO estabeleceu parcerias comerciais com cooperativas agropecuárias no Canadá, Emirados Árabes Unidos, Omã e Jordânia. O interesse da cooperativa indiana é também trabalhar em cooperação com as cooperativas agropecuárias para intercâmbios na área de tecnologia agrícola e distribuição de insumos. A IFFCO é a maior cooperativa da Índia e maior do mundo no segmento de fertilizante.

 

Confiança empresarial

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) recuou 2,2 pontos em janeiro ante dezembro de 2020, para 93 pontos, informou ontem (1º) a Fundação Getulio Vargas (FGV). Em médias móveis trimestrais, o indicador teve declínio de 1,4 ponto no mês. O recuo de janeiro se segue a uma ligeira queda em dezembro, consolidando “a tendência de desaceleração da atividade econômica esboçada no mês anterior”, segundo a FGV. O ICE reúne os indicadores de confiança produzidos pelas sondagens da Indústria, Serviços, Comércio e Construção. O cálculo leva em conta os pesos proporcionais à participação na economia dos setores investigados, com base em informações extraídas das pesquisas estruturais anuais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

 

Prêmio nacional

Instrutor do Senar-PR, Marcelo Ferreira Guimarães está entre os dez vencedores do 1º Prêmio Nacional de Vídeos Educativos de Formação Profissional e Promoção Social, promovido pelo Senar Nacional. O concurso analisou os melhores materiais audiovisuais produzidos pelos profissionais e usados em sala de aula e o resultado foi revelado na última sexta-feira (29). Morador de Guarapuava, Guimarães é instrutor dos cursos “Inclusão digital” e “Sol rural”. O material elaborado por Guimarães versava sobre o tema “O computador e seus componentes básicos” e foi usado em aulas do curso de inclusão digital. Segundo o instrutor, o vídeo contribuiu para que os alunos entendessem melhor o conteúdo, já que permitia a visualização imediata dos componentes exatos abordados em aula. Em razão disso, Guimarães disse que pretende continuar usando recursos audiovisuais em seus cursos.

 

Investimento em inovação

A Tecnova II investirá R$ 9,5 milhões em inovação englobando também projetos de enfrentamento à Covid-19. O programa será implantado por meio de uma parceria entre o Governo do Paraná, sendo executado pela Fundação Araucária e a Financiadora de Estudos e Projetos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Conta ainda com o apoio das superintendências de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e da geral de inovação (SGI), do Sebrae/PR e do Senai/PR. O programa apoia empresas com sede e foro no Paraná, com faturamento bruto anual de até R$ 16 milhões. Os recursos disponibilizados nesta chamada serão destinados à subvenção econômica de até 25 projetos de inovação tecnológica.

 

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

TOPO