Copagril
Arno Kunzler

Momento inesquecível

Nós, do Jornal O Presente, vivemos um momento inesquecível.

Dia 04 de outubro completaram 28 anos dedicados à comunicação, com muito sacrifício, muita determinação e para que não dizer, amor à causa.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

Hoje, sexta-feira, dia 11 de outubro, mudamos para nossa sede nova, construída com muito carinho para receber nossa equipe de trabalho, nossos clientes e amigos com aconchego e conforto.

São centenas de pessoas que deram o seu melhor para que O Presente tivesse o nome que tem, o prestígio que tem e a CREDIBILIDADE de ser um dos melhores jornais do Paraná.

Mas quero escrever hoje, no dia da nossa mudança, sobre um produto que tem menos repercussão aqui na região, mas enorme repercussão em todos os centros de produção agropecuária do Brasil, onde se debate e discute sobre o agronegócio brasileiro.

Trata-se do O Presente Rural, que nasceu como um caderno que circulava dentro da edição normal do Jornal O Presente, ainda na década de 90.

Aos poucos foi conquistando clientes e participando de eventos em todo Brasil e também no exterior, alcançando hoje o título de maior e melhor jornal do agronegócio do Brasil.

Hoje O Presente Rural tem sua estrutura própria, produção e comercial, comandada por Selmar Franck Marquesin, contando com Klaus Zachow no setor comercial, e os jornalistas Giuliano De Luca, editor-chefe, e Francine Trento, que também alimenta o site www.opresenterural.com.br.

Os demais trabalhos, como circulação, administração e finanças, atendimento, diagramação, gravação e edição de vídeos são realizados pela mesma equipe do Jornal O Presente.

O Presente Rural gera conteúdo próprio de grande relevância no setor do agronegócio. Publica artigos técnicos elaborados especialmente para o jornal, cujo conteúdo é frequentemente tema de debates e estudos em universidades e congressos do setor.

O Presente Rural é 100% privado, conta em seu portfólio de anunciantes com as maiores e mais famosas empresas do Brasil e do mundo.

Conquistar clientes assim exige tempo e profissionalismo.

Mantê-los durante anos só é possível quando se oferece o retorno esperado pelo investimento feito.

Empresas desse porte anunciam em veículos que têm alcance e repercussão no mercado onde atuam e ética profissional.

Por isso, sempre é bom repetir: nosso patrimônio é a CREDIBILIDADE.

 

O autor é jornalista e diretor do Jornal O Presente e Editora Amigos da Natureza

arno@opresente.com.br

TOPO