Ford Show Rural
Ecoville – Maior rede de limpeza
Coluna ADI-PR

Moro dá aumento salarial para “postos-chaves” da Polícia Federal

Aumento salarial

O ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança) deu aumento salarial para “postos-chaves” da Polícia Federal. A medida provisória do presidente Jair Bolsonaro cria ainda 48 cargos de funções de confiança e 471 funções gratificadas e extingue 280 cargos comissionados, que foram transformados em 338 cargos de funções comissionadas e seis de funções gratificadas.

Casa do eletricista MINIESCAVADEIRA

(Foto: Divulgação)

 

Por cima

Moro está com moral junto ao eleitorado brasileiro. Na pesquisa do Datafolha, o ministro tem o maior índice de confiança junto à população entre 12 figuras do cenário político brasileiro. O ex-juiz tem alta confiança de 33% dos entrevistados, enquanto 23% disseram ter média confiança e 42% baixa confiança. O ex-presidente Lula (PT), por sua vez, tem 30% de alta confiança, 16% de média e 53% de baixa. Já o presidente Bolsonaro apresentou 22% de alta confiança, 22% de média e 55% de baixa.

 

Volta ao expediente

Mesmo em recesso até o dia 18, o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), 1º secretário da Assembleia Legislativa, já voltou ao expediente. Ele aproveitou e reuniu toda a diretoria da Assembleia e traçou as primeiras medidas de 2020 na Casa: estender o sistema eletrônico de informação (SEI) ao processo legislativo. “A parte administrativa já não usa papel e em 2020 vamos avançar: a Assembleia sem papel ao processo legislativo (projetos, ordem do dia, atas, audiências, etc)”.

 

Desafio para 2020

O deputado Ricardo Barros (PP-PR) aponta a reforma tributária como o grande tema a ser debatido e aprovado pelo Congresso Nacional neste ano. Segundo ele, o Congresso recuperou o protagonismo em 2019 com o debate e aprovação de matérias como a reforma da Previdência, o pacote anticrime e o Marco Legal do Saneamento. “O Congresso recupera seu protagonismo e isso permite o avanço de pautas históricas. Discutimos e aprovamos no ano passado matérias importantes para ajustar as contas públicas, fortalecer os municípios, estimular o desenvolvimento e a melhoria das condições de vida da população. O desafio para 2020 é a reforma tributária”, enaltece.

 

Alto custo

Segundo Barros, a simplificação da cobrança de impostos e a redução da burocracia são essenciais para estimular a economia brasileira. “Estudos apontam que a burocracia tributária custa R$ 60 bilhões por ano ao setor produtivo. É um dinheiro perdido. Há empresas onde a área tributária é o maior departamento, ou seja, o empresário deixa de investir no aumento da produção, na contratação de mais funcionários para aplicar em maneiras para compreender e superar a complexidade do sistema tributário brasileiro”.

 

Emendas

O presidente Jair Bolsonaro fez a alegria deputados e senadores em 2019 ao liberar R$ 5,7 bilhões de emendas parlamentares no primeiro ano de mandato. Um valor acima dos R$ 5,29 bilhões pagos por Michel Temer em 2018. A conta mostra que, apesar da relação conturbada com o Congresso, o governo não deixou de atender a demandas dos parlamentares em investir em suas bases eleitorais.

 

Ajuda do FBI

A Polícia Federal recebe apoio de agentes do FBI (a Polícia Federal norte-americana) em treinamento e na troca de tecnologias de combate ao crime na fronteira brasileira com outros países, com atenção especial à tríplice fronteira.

 

Distrito industrial

A Brilhante Transportes, empresa de logística que atua há 16 anos no transporte de cargas refrigeradas no Brasil e em todo o Mercosul, está saindo de Foz do Iguaçu e se mudando para Santa Terezinha de Itaipu. O prefeito Cláudio Eberhard (PSDB) assinou ontem (06) a concessão para uso de área de 24,1 mil metros quadrados no distrito industrial da cidade.

 

“Muito trabalho”

“Ainda não é hora de pensar nem nas eleições nem nas futuras alianças. Temos ainda meses de muito trabalho pela frente antes de pensar em qualquer hipótese de concorrer a mais um cargo. Ainda não tomei qualquer decisão, porque ainda estou em busca de atender as propostas levantadas junto à população. Estou feliz com os resultados até agora, que foram muitos, mas ainda há muito o que realizar antes de cogitar qualquer hipótese em relação ao meu futuro político”. Do prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro (PSD), sobre o quadro político em 2020.

 

Saúde mental

Maior unidade de saúde psiquiátrica do Paraná, o Hospital San Julian atende pelo SUS as 28 cidades da região metropolitana de Curitiba. O serviço, parte da parceria com o Consórcio Intermunicipal de Saúde, atende à demanda reprimida da região com 1,8 milhão de moradores. Ao menos um terço apresenta algum diagnóstico psiquiátrico, como transtornos ansiosos, depressão, dependências químicas e esquizofrenia. “A maior parte das pessoas ainda não conhece a assistência que prestamos. Há uma demanda enorme de pessoas que precisam de atendimento e uma escassez de recursos de saúde para dar conta dessa população”, afirma o diretor-técnico do hospital, Ricardo Sbalqueiro.

 

PSB Mulher

O PSB faz seu encontro estadual da mulher no próximo dia 25 no Hotel Condor, em Curitiba. Na próxima terça-feira (14) o partido promove uma reunião e ultima os detalhes do encontro.

 

Disputa acirrada

Assim como a maioria das grandes cidades brasileiras, tudo indica que a disputa pela Prefeitura de Ponta Grossa promete ser acirrada em outubro. Até agora já são 17 pré-candidatos: Aliel Machado (PSB) Celso Sant’Anna (PSDB) Daniel Milla (PV) Douglas Fonseca (PSL) Doutor Magno (PDT) Doutor Zeca (Cida) Elizabeth Schmidt (sem partido) Elton Barz (PCdoB/PT) Felipe Passos (PSDB) Júlio Küller (MDB) Márcio Ferreira (PSD) Márcio Pauliki (SD) Pedro Wosgrau (PP) Ricardo Zampieri (PSL) Romualdo Camargo (Avante), Sebastião Mainardes (DEM) e Sérgio Gadini (Psol).

 

Mais candidatos

Além do deputado Requião Filho e do ex-deputado João Arruda, mais dois pré-candidatos aparecem na lista do MDB para disputar a Prefeitura de Curitiba: o arquiteto Forte Netto e o advogado Pedro Henrique Xavier. Forte Netto já coordena o plano de governo medebista e PHX é considerado “reserva moral do partido”. Amanhã (08) João Arruda e Forte Netto detalham a proposta da “Linha Verde sem semáforos”, via que cruza de Norte a Sul a Capital paranaense.

 

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br

 

TOPO