Copagril – Sou agro com orgulho
Silvana Nardello Nasihgil

Não guarde “figurinhas”; use-as e enfeite a vida

Dias atrás, fazendo uma arrumação, dei de cara com meus cadernos da universidade. Reli conteúdos e parei para observar que as figurinhas adesivas, com exceção de umas quatro, permaneciam lá, amareladas e sem finalidade alguma. Pensei em quantas vezes eu desejei enfeitar algumas páginas, mas acabava não usando por pena de gastá-las desnecessariamente. Assim se passaram os anos, me graduei e elas continuam lá, sem terem cumprido a sua utilidade.

Esse meu achado me levou a refletir sobre as “figurinhas” que vamos adquirindo durante a vida e que, por alguma razão, não usamos. São tantas coisas lindas que deixamos de viver, de experimentar, de nos arriscar. São tantos momentos que deixamos “amarelar” por medos bobos e falta de coragem de enfrentar a vida e dizer: a hora de ser feliz é agora!  Então, vamos deixando a vida passar, vamos arrumando desculpas e esperando o momento certo, pois, talvez, o próximo momento seja mais especial do que esse.

Casa do Eletricista – BOBCAT

A vida precisa ser celebrada com intensidade e vivida buscando aquilo que possa nos fazer feliz. A vida precisa ser um exercício de amor próprio, onde só fique aquilo que tem poder de nos fazer bem, edificar a nossa humanidade, embalar o nosso coração e nos colocar mais perto de Deus.

A vida passa muito rápido para desperdiçarmos momentos especiais, esperando a hora certa, o dia certo de “destacarmos a figurinha” para embelezar os nossos dias.

Precisamos serenar as nossas angústias para podermos enxergar além delas, porque todas as possibilidades do novo estão no momento seguinte. Mas, enquanto nos mantivermos presos em histórias que não cabem para nós, viveremos o sofrimento de acreditar que as portas estão fechadas.

Levante da zona de conforto, experimente abrir as portas e tente empurrá-las. Sem dúvida você descobrirá que muitas delas jamais estiveram trancadas. Se permita todos os dias usar as “figurinhas” que você tem. Destaque-as, cole-as por tudo. Enfeite a vida e não tema o momento que elas possam terminar. Se isso acontecer, compre outro caderno, empreste de alguém ou desenhe você mesmo figurinhas lindas para decorar a sua vida.

Não tem nada de positivo em ficar olhando a vida passar guardando as “figurinhas” para o momento especial. O momento especial é todos os dias, o momento especial é estar vivo e ter milhares de detalhes acontecendo para celebrar e ter discernimento para enxergá-los. Os momentos especiais são infindáveis, mas só iremos reconhecê-los quando nos propusermos a enxergar as belezas da vida e deixarmos de crer que tudo é peso.

Se você está lendo esse texto e chegou até aqui, eu posso garantir, mesmo sem lhe conhecer, que você tem muitos lugares para colar as suas “figurinhas”, tem muitas razões para não se permitir ser engolido(a) pelo tempo e deixar a vida simplesmente amarelar.

Então, a hora de ser feliz é hoje, o momento é agora. Vamos encher de cores os dias cinzentos, vamos destacar todas as “figurinhas” que temos e colá-las por tudo onde passarmos. Vamos olhar para nós e seguirmos com um novo propósito: nasci para ser feliz e ter o melhor que a vida possa oferecer… e é pra lá que eu vou!

 

Silvana Nardello Nasihgil é psicóloga clínica com formação em terapia de casal e familiar (CRP – 08/21393)

silnn.adv@gmail.com

TOPO