Copagril – Sou agro com orgulho
Coluna ADI-PR

Nove escritores paranaenses ou radicados no Paraná são finalistas na 1ª etapa do Prêmio Jabuti

Prêmio Jabuti

A cultura do Paraná está em festa com a divulgação dos finalistas da edição de 2021 do Prêmio Jabuti, o mais importante e tradicional prêmio literário do Brasil. Nove escritores paranaenses ou radicados no Paraná são finalistas na primeira etapa da seleção, segundo a Câmara Brasileira do Livro. Os autores paranaenses ou radicados no Estado disputam nas categorias Tradução (Daniel Martineschen e Rodrigo Tadeu Gonçalves), Crônica (Yuri Al’Hanati e Arzírio Cardoso), Romance de Entretenimento (Rafaela Riera), Poesia (Jussara Salazar), Romance Literário (Giovana Madalosso), História em Quadrinhos (José Aguiar) e Infantil (Adilson Farias).

Casa do Eletricista ROWA

 

Reconstruindo

Nied 2021 O1

Em Maringá, o chefe da Casa Civil, Guto Silva, reforçou que chegou o momento de reconstruir tudo o que a pandemia tirou da normalidade. Ele lembrou dos diversos impactos e dos enfrentamentos que devem ser feitos para superá-los. “Estávamos preocupados com o retorno das aulas presenciais das crianças, em tomar todos os cuidados necessários. Neste momento estamos vivenciando bons indicadores de redução dos casos de Covid-19 e também econômicos. As indústrias do Paraná e o setor de serviços voltaram a crescer, no entanto, estamos atentos ao aumento da inflação que deteriora a vida das cidades. Será preciso uma atenção maior para a área social e o Governo do Paraná está atento a isso”, disse Guto.

Combate Max Natal

(Foto: Divulgação)

Rui Sonho nov/dez 2

 

Programas no Oeste

A Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho levou seu Programa de Interiorização a Foz do Iguaçu. O secretário Ney Leprevost esteve na cidade para assinatura, com municípios da região, de termos de adesão para implementar programas do Governo do Estado, como Postos Avançados da Agência do Trabalhador; programa Estratégia Brasil para a Pessoa Idosa (Ebapi); Força Tarefa Infância-Segura (Fortis); Carreta do Conhecimento; Carteira do Autista; e Nossa Gente Paraná.

 

Posse na APL

O advogado e escritor Clèmerson Merlin Clève, eleito no dia 13 de outubro para ocupar a cadeira nº 3 da Academia Paranaense de Letras (APL), tomará posse na segunda-feira (22), no auditório da sede da OAB-PR, em Curitiba. Professor, autor de dezenas de obras jurídicas, livros de poesia e duas peças de teatro, substituirá o jurista René Ariel Dotti, falecido em fevereiro passado. Clèmerson Merlin Clève nasceu em Pitanga, no centro do Paraná, é doutor em Direito, ex-procurador do Estado e da República. Entre suas obras, destacam-se os compêndios jurídicos “O Direito e os direitos”, “Medidas Provisórias”, os poemas de “Amor Fati” e “Serra Pitanga” e as peças premiadas de “Teatro inexperto em duas peças quase distópicas”.

 

Cidadão honorário

A Câmara de Vereadores de Capanema, em conjunto com outras oito Câmaras municipais, fizeram uma homenagem ao senador Alvaro Dias (Podemos) com a entrega do título de Cidadão Honorário. Os representantes das cidades de Planalto, Pérola D’Oeste, Santo Antônio do Sudoeste, Realeza, Ampére, Pranchita, Bom Jesus do Sul e Manfrinópolis afirmam que este é um gesto de reconhecimento pelo trabalho do senador em prol das cidades paranaenses.

 

Selo da educação

Ponta Grossa vai receber da ONG Todos pela Educação o “Selo Compromisso pela Educação”, que reflete o tema como prioridade para a gestão municipal 2021-2024. O reconhecimento se dá pelo comprometimento do município para o desenvolvimento de ações em prol da Educação, pelos estudantes e em nome da qualidade do ensino. De 1,4 mil municípios inscritos, só 150 garantiram o selo até o momento. “Estou muito feliz, porque todas as sementes plantadas durante este ano, que se considerava que seria um ano perdido para a educação, estão gerando muitos frutos, que colhemos agora. Tudo o que ocorreu durante a pandemia, no pós-pandemia, durante a educação remota e presencial, a qualificação dos profissionais, nos chega como um importante reconhecimento”, considera a prefeita Elizabeth Schmidt.

 

Vacinômetro

Segundo os dados do Vacinômetro Nacional, o Paraná aplicou mais de 16,5 milhões de vacinas contra a Covid-19. Atualmente, o Estado possui 81,7% da população adulta (estimada em 8.720.953 pessoas) completamente imunizada com a D2 ou DU. Quando considerado a população em geral (11.597.484 pessoas), o Paraná é o 4º Estado no ranking do consórcio de imprensa com duas doses ou dose única e o 2º com a primeira dose.

 

Sem óbitos

Um levantamento da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) mostra que 344 municípios do Paraná não registraram óbitos em decorrência da Covid-19 em novembro. Os dados consideram os dez primeiros dias do mês e representam 86,2% do Estado. Segundo a Secretaria, 168 cidades paranaenses não registram mortes pela Covid-19 há pelo menos dois meses e 92 municípios estão há 30 dias sem notificações de óbitos. “Os números comprovam que vacinas salvam vidas. Então quem ainda não se vacinou, ou atrasou a segunda dose ou dose reforço, deve procurar uma Unidade de Saúde mais próxima, se informar com o município e realizar a imunização. Só iremos vencer essa doença com a população vacinada e protegida”, reforçou Preto.

 

13º salário

A economia paranaense deve receber, até o dia 20 de dezembro, a injeção de R$ 14,2 bilhões provenientes do 13º salário. Esse valor será pago aos trabalhadores do mercado formal, inclusive aos empregados domésticos; aos beneficiários da Previdência Social e aposentados e beneficiários de pensão da União e dos estados e municípios. As estimativas são do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O número de pessoas no Estado que receberá o 13º foi estimado em 5,32 milhões. A primeira parte, que representa metade do salário que o funcionário ganha, deve ser depositada pelo empregador até 30 de novembro.

 

 

Nova etapa

O novo plano de concessões das rodovias paranaenses avançou mais uma etapa do cronograma. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) enviou o plano de outorga para análise do Tribunal de Contas da União (TCU). O documento encaminhado contempla os estudos de viabilidade técnica e econômica para a exploração dos serviços de infraestrutura e prestação de serviços de transporte terrestre de seis lotes. A concessão contempla 3,3 mil quilômetros de rodovias federais (65%) e estaduais (35%) para a iniciativa privada por 30 anos, prorrogáveis por mais cinco. O projeto prevê investimentos de R$ 44 bilhões em obras, valor equivalente a 120 anos de orçamento federal para rodovias aplicado somente no Paraná.

 

Pós-Covid

Em menos de dois meses, quando foi lançada linha específica para financiamento de empresas de Pato Branco, no Sudoeste do Estado, 14 operações de crédito foram liberadas, totalizando R$ mais de R$1 milhão. A ação faz parte do Programa de Retomada da Economia Pós-Covid-19, iniciativa do município e que tem a parceria do Sebrae/PR e de seis cooperativas de crédito: Cresol, Evolua, Sicoob, Sicredi, Unicredi e Uniprime. Além do valor injetado, outros R$ 2,6 milhões foram solicitados por empresários de pequenos negócios – 35 operações estão sendo analisadas. “A maior procura é por capital de giro, com valores abaixo de R$ 100 mil, de empresários que teriam dificuldade em conseguir crédito com taxas mais baixas, por não terem bens para garantia”, relata Éder Vargas, gerente de Ciclo de Crédito no Sicredi.

 

Emendas 2022

O deputado federal Hemes Parcianello “Frangão” (MDB) destinou cerca de R$ 6 milhões em emendas parlamentares para Siqueira Campos. Os recursos serão liberados a partir de 2022. O anúncio aconteceu em visita do parlamentar ao município. As emendas dizem respeito à compra de maquinários de obras, de ônibus escolares, caminhão para coleta de recicláveis, recursos para custeio da saúde, construção do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), construção de uma praça na frente da Casa da Cultura, recursos para custeio da Santa Casa de Misericórdia e mais R$ 1,8 milhões para pavimentação de toda extensão da Rua Rio Grande do Sul.

 

Acessibilidade

A Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) junto ao Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Irati iniciou o levantamento do perfil das pessoas com deficiência que residem no município. Os dados vão permitir ao Conselho identificar demandas a serem trabalhadas para garantir os direitos das pessoas com deficiência na cidade, localizada no Centro-Sul do Paraná e sede de um dos campus da Unicentro. “A ideia é divulgar o próprio questionário e a importância de chegarmos ao maior número de pessoas com deficiência possível aqui no município, para que possamos mapear”, explica a professora de Fonoaudiologia da Unicentro, Luciana Branco Carnevale, que coordena a pesquisa.

 

Grupo Costa Oeste 2021

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

 

TOPO