Brincando na Praça 2019
Editorial

O amanhã se constrói hoje

 

Terminou ontem (24) com grande êxito mais uma edição do Dia de Campo Copagril, uma vitrine para o futuro do agronegócio de Marechal Cândido Rondon e região. Sucesso absoluto da maior empresa do município, ao expor a seus cooperados e produtores rurais em geral o que vai estar nas lavouras da região nos próximos anos. Tem semente que aguenta seca, outra que aguenta chuva, uma resiste a geadas, outra é para maiores altitudes.

Tem robô que corta a grama, implementos de última geração, tem tudo que o agronegócio precisa para continuar sendo o protagonista da economia regional.

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

Dias atrás, houve também o Dia de Campo C.Vale, em Palotina. Os dois eventos abriram a temporada de conhecimento e inovação que as grandes feiras pelo Brasil promovem para agricultores e profissionais da indústria ligados aos setores agrícola e pecuário. Está aberta a temporada da inovação.

Eventos como esse trazem à tona temas pertinentes ao mundo moderno, como a quarta revolução industrial, que está quebrando todos os paradigmas que a humanidade tem até o momento. O que parecia inimaginável há dez anos hoje já é realidade. Carros autônomos que medem o batimento cardíaco dos passageiros, colocam música e mudam o cheiro do interior de acordo com a expressão do indivíduo, internet das coisas, sensores e mais sensores, inteligência artificial, tudo isso e muito mais vai não somente mudar o jeito que as pessoas executam suas tarefas, mas extinguir várias profissões à medida em que constrói outras, facilitar a vida das pessoas e até prolongar por vários anos sua existência aqui na Terra.

Como não poderia ser diferente, na agropecuária a chamada indústria 4.0 também se enraizou. Tratores autônomos, aviários inteligentes, drones que mapeiam, computadores que tomam decisões já são uma realidade no meio rural. Não que esses novos mecanismos estejam popularizados, pelo contrário, mas em um futuro muito breve estarão. Nunca a tecnologia se infiltrou no agronegócio tão rapidamente como está acontecendo.

Se falassem há 50 anos para aquele produtor que lidava com a enxada que um robô iria plantar, cuidar e colher, ele certamente iria achar você um maluco. Pois hoje isso não é nenhuma loucura. Então, como estará a agropecuária daqui a 50 anos? É difícil responder, mas certamente esse robô que planta, cuida e colhe estará obsoleto.

Os primeiros meses do ano, no mundo agro, trazem consigo eventos de grande importância para esse setor. As tecnologias para o hoje e as tendências do amanhã reunidas em megaproduções agropecuárias. O próximo é o Show Rural Coopavel, em Cascavel, que deve atrair 250 mil olhares para o setor entre 04 e 08 de fevereiro.

São eventos que trazem em seu DNA a revolução que está acontecendo no campo. Os profissionais precisam não só participar, mas sugar o que de melhor esse mundo chamado agronegócio pode oferecer para cada um. O amanhã se constrói hoje.

TOPO