Ford Ranger e Ecosport Set/2020
Copagril – Compras no Site
Editorial

O bom debate

O debate é um dos principais instrumentos para a concretização de ações que possam expressar a vontade das pessoas ou pelo menos a vontade da maioria delas. É através da troca de ideias que os primeiros rascunhos se transformam em grandes projetos, que os sonhos se transformam em realidade, que o futuro se desenha. Nem sempre – e pelo bem de todos – as ideias convergem, muitas vezes causando discussões importantíssimas para que o próximo passo não seja dado em falso. São exatamente as divergências que fazem de um debate instrumento de melhoria para o todo.

O projeto de revitalização da Avenida Rio Grande do Sul, no centro de Marechal cândido Rondon, já deu muito o que falar. E ainda está dando. Basicamente, muita gente quer retirar as árvores do canteiro central, alegando que isso vai oferecer um visual mais atrativo e moderno, além de seguro para os ocupantes do trânsito dessa área da cidade. Outra porção, por outro lado, quer manter o verde, alegando questões ambientais. Há ainda uma terceira parcela que pretende deixar algumas árvores antigas, mas retirar ampla parte.

Casa do Eletricista – TORNEIRA PINGANDO

Nesse caldeirão de ideias divergentes, a revitalização da avenida, quando não para, caminha a passos lentos. Obviamente o debate, com todas as discussões, prós e contras dos lados opostos, deveria ser feito antes mesmo de a primeira pedra ser retirada do local. É na fase do projeto, e não da execução, que as mudanças precisam ser propostas por gestores e pela comunidade. Caso isso não seja obedecido, tem-se o cenário que hoje o centro e toda a cidade experimenta: a obra não deslancha, o comércio perde, o munícipe perde, a administração se desgasta.

De toda forma, mesmo que fora de hora, há de se valorizar o debate que está sendo proposto pelos envolvidos no projeto rondonense. Fora o mal que já causa, pelos infortúnios indesejados que uma obra vai-e-vem traz consigo, o debate somente amadurece o entendimento das pessoas, oferta pontos de vista diferentes e engrandece a decisão que será tomada adiante. O debate, enfim, faz bem para a democracia e faz bem para as pessoas, para a comunidade.

Se árvores ficam ou vão ser retiradas da avenida, só através dos debates que haverá uma decisão. Antes que qualquer decisão seja irremediavelmente tomada, ao menos, quando há debate, há espaço para as diferentes opiniões. Geralmente e quase naturalmente as decisões são tomadas pelo consenso da maioria, característica prevalecente em sistemas democráticos, mas a partir de debates e troca de informações.

Um novo capítulo se desenrola na novela que já virou essa tão falada revitalização da Avenida Rio Grande do Sul. Nos próximos dias, uma decisão deve ser tomada, porque debates por si só não são relevantes se não levam a lugar algum. Após os debates, é preciso ação.

Se tem uma coisa boa nessa polêmica revitalização da avenida central rondonense é a oportunidade que as pessoas estão tendo para falar suas verdades, sem engolir goela abaixo algo que não foi debatido.

TOPO