Pref. Pato Bragado Natal em Canto 2019
Editorial

O frio faz bem

Tem gente que ama, tem gente que odeia, mas ninguém foge dele: o frio. As previsões meteorológicas indicam que a maior onda de frio do ano deve se acomodar no país nos próximos dias. Para o fim de semana as temperaturas podem beirar zero grau em Marechal Cândido Rondon.

Você pode ser daqueles que odeia bater os dentes ou aquele que ama o inverno, mas o frio tem sua importância que vai muito além das conclusões mais óbvias que a população tira a respeito dele.

Casa do eletricista TRATAM. E ACESS.

A começar e especialmente pela sua importância econômica. Os lojistas da cidade estão doidos esperando a chegada do frio intenso para limpar seus estoques de roupas e outros itens de inverno, como cobertores, aquecedores, calçados, casacos… Nos restaurantes, a comida quente, como as sopas, caldos e massas, também espera os friorentos clientes aparecerem com mais apetite. O vinho, nem se fala. A safra das vendas começa agora.

São alguns exemplos mais tradicionais, mais muita gente se beneficia com a chegada do frio. As temperaturas baixas aquecem o comércio como um todo, fazendo a economia girar, gerando mais riquezas, impostos, oportunidades de trabalho, etc.

O meio rural também se beneficia do frio. Ele é um importante aliado para manter as lavouras sadias, com a redução da pressão de insetos, fungos e ervas daninhas. Como a maior parte do milho já foi retirada das roças, as chances de perdas com uma possível geada são reduzidas. Ele é um importante aliado na produção de frutas, como pêssegos e maçãs, que precisam de centenas de horas de frio para que alcancem o sabor ideal. O frio também proporciona leite de melhor qualidade. Ele também traz o pinhão, uma das riquezas e símbolo do Paraná.

O frio, no entanto, traz consigo algumas singularidades a que o brasileiro tem que tomar cuidado. Uma delas é com a saúde. As doenças de inverno, como gripes e resfriados, lotam as farmácias e postos de saúde. Muito porque as pessoas não tomam as precauções necessárias, como usar álcool em gel nas mãos ou manter ambientes arejados, com janelas abertas, por exemplo. São atitudes simples, mas que não podem ser negligenciadas nesse período do ano. O frio traz consigo também a necessidade que a sociedade tem de doar roupas a pessoas que precisam, como moradores de rua ou famílias de baixa renda.

Você, nobre leitor, pode até odiar o frio, mas não pode ignorar a importância que ele tem na vida de milhões de pessoas, seja na economia ou simplesmente em seu cotidiano. Ele é bem mais do que apenas a pauta nas rodas de conversas e os memes nas redes sociais.

Para quem gosta de se agasalhar e ficar embaixo do edredom, está chegando sua hora. Para o comércio é um sinal de dias melhores. Para quem não curte, o melhor a fazer é suportar – mesmo reclamando a cada dois minutos. Goste ou não, é preciso que o inverno dê as caras. Ele é parte fundamental para a economia e para os negócios. O inverno é mais que gelar dedos, nariz e orelhas. Você pode até discordar, mas acredite: o frio faz bem.

TOPO