Editorial

O futuro de todos depende de cada um

Neste domingo (15) eleitores de todo o país vão às urnas para escolher vereadores e prefeitos que vão governar os mais de cinco mil municípios brasileiros pelos próximos quatro anos. Neste ano, a pandemia forçou a Justiça Eleitoral a fazer eleições um pouco diferentes, com mais distanciamento e a necessidade de proteção individual para evitar a propagação do coronavírus. No entanto, uma coisa não muda: a importância do voto.

Ainda está na dúvida sobre seu candidato? Pesquise as propostas, avalie sua vida pessoal e profissional, fale com amigos, observe com carinho e cautela todas as possibilidades. Escolha aquele ou aquela que mais lhe convém, aquele ou aquela que tem planos para a cidade, mas, acima de tudo, uma boa índole e lealdade aos princípios da administração pública. Vote naquele ou naquela que lhe passa confiança, mesmo que o cenário não seja favorável à eleição. Não deixe de votar porque ele ou ela “não tem chance”.

[ Publicidade ]
Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

Mas não fique de fora. Não vote em branco, nem anule sua participação. Claro que, às vezes, a política desanima o cidadão. A corrupção sistêmica instalada nos porões do poder afasta muita gente, desiludida, desacreditada com o Poder Público. Todavia, com ou sem sua participação, com ou sem seu voto de protesto, com ou sem sua revolta, vereadores e prefeitos serão eleitos. Quer você queira, quer não, algumas pessoas serão incumbidas pela maioria de governar as cidades brasileiras. A democracia se faz com a participação de todos. É hora de, mais uma vez, apostar no Brasil, apostar nas pessoas que serão as responsáveis por guiar essa imensa nação, com suas milhares de cidades, cada uma com suas particularidades.

[ Publicidade ]
Nied maio 2022 Y

Em Marechal Cândido Rondon a votação deve ser tranquila, como de costume. Há candidatos a vereadores e prefeito de diversos perfis, assim como em municípios da região. Tem jovem, tem mais experiente, tem homem e mulher, tem aquele que busca servir ao cidadão pela primeira vez e também aquele que quer a reeleição. A pluralidade é um ponto extremamente positivo, que oportuniza ao eleitor escolher aquele ou aquela mais compatível com seu perfil, com seus anseios.

Vale ressaltar a campanha eleitoral diferente. A Covid-19 atrapalhou os planos dos candidatos, que tiveram que se ater a santinhos, propagandas em rádio e nas redes sociais. Em Marechal Rondon foi uma campanha diferente, mas limpa, sem (muitas) fake news e ataques pessoais entre os postulantes aos cargos públicos.

Importante ainda é saber o que seu candidato ou candidata propõe para que, caso eleito, você possa cobrar dele ou dela suas ações e o envolvimento nas causas de importância para o município. Guarde o plano de governo, lembre das linhas de atuação que ele ou ela pretende seguir. A população tem importante papel também durante os próximos quatro anos, cobrando desempenho e eficiência, honestidade e trabalho pelas causas e demandas da sociedade.

Domingo, 15 de novembro, é a hora da verdade, não para os candidatos, mas para os eleitores e para todos os cidadãos. A democracia te espera, das 07 da manhã às 05 da tarde. Vá de máscara, leve sua caneta e a esperança de que as cidades podem ser cada vez melhores para se viver. O futuro de todos depende de cada um.

TOPO