Copagril
Pastor Mário Hort

O projeto original de Deus é Jesus Cristo o Filho de Deus – 6ª parte

Numa das últimas manhãs na Holanda, acordei cedo e tive a impressão de ter contemplado o “projeto original da alma humana”, desde a criação do homem até o dia quando eu, Mário Hort, verei o projeto original face a face na glória. É impossível descrever a ampla visão do entendimento que Deus me revelou, entre lágrimas em meu quarto de hóspedes muito simples, debaixo do telhado do templo. Tive a impressão de haver contemplado o Jardim do Éden desde o cosmos e me ficou a imagem de ter visto todos os anjos decaídos, que se precipitaram sobre o “projeto original de Deus”, após a criação do homem e da mulher, ainda no Jardim do Éden.

A guerra contra os humanos se deu porque Deus concedeu ao casal a incumbência de procriar e reproduzir a espécie humana (Gen. 1:26-28). E infelizmente o “projeto” aceitou a corrupção.

Casa do Eletricista PISCINAS

No princípio da obra redentora, Jesus foi tentado pelo mal com uma gravíssima proposta, diz a Escritura: “Levou-o o diabo a um monte muito alto, mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles e lhe disse: ‘Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares’. Então Jesus ordenou: ‘Retira-te satanás’. Com isso, o diabo o deixou e eis que vieram anjos e o serviram”. (Mt. 4:8-11)

Com a resistência de Jesus contra a proposta do diabo, o “projeto de Deus” foi preservado na sua forma original em Jesus.

Não existe uma só alma humana perfeita e não podemos avaliar o “projeto de Deus” como quem olha para os humanos. O projeto original está unicamente em Jesus: Pilatos olhou para Jesus e disse: “Não acho nele crime algum”. (João 19:4)

O centurião viu o que aconteceu na hora da morte de Jesus, e disse: “Verdadeiramente este era Filho de Deus”. (Mt. 27:51-54)

Nicodemus, professor da lei em Israel, disse: “Rabi, sabemos que és mestre vindo da parte de Deus”. (João 3:2)

A mulher junto ao poço de Jacó disse: “Venham ver um homem que me disse tudo o que tenho feito. Será que ele não é o Cristo?”. (João 4:29)

O cego de Jericó gritou: “Jesus tem misericórdia de mim” e passou a enxergar. (Luc 18:35-43)

 

É importante aperfeiçoar o projeto de Deus em nossa alma

No embarque em Düsseldorf, para retornar ao Brasil, a senhora Barbara fez o check-in e estava toda confusa com seu novo programa no computador. Nosso diálogo logo envolveu o ato suicida de Adreas Lubitz, o piloto de sua cidade que abalou o mundo inteiro por matar 149 pessoas indefesas, jogando a aeronave contra os Alpes Franceses, por seu despreparo emocional.

Ao mencionar meu tema escrito na Holanda – “Você também está no voo para Düsseldorf” – Barbara declarou: “Deveríamos nos preparar muito mais para a chegada ao outro lado”.

É isso que quero escrever com letras de fogo na alma de todos os nossos leitores. Não podemos pôr os pés para fora da cama, nem deitar-nos à noite, sem preparar nossa alma para aquele momento inevitável, para ricos e pobres, doutores e analfabetos, quando devemos devolver o “projeto de nossa vida” para Deus e prestar contas de tudo o que fizemos de bem ou de mal. (Apc. 20:11-15)

 

Mário Hort, pastor da Igreja de Deus no Brasil em Marechal Cândido Rondon

ecosdaliberdade@yahoo.com.br

 

TOPO