Pastor Mário Hort

O Rio Jordão em Israel não é mais sagrado que seu quarto de oração! – 5ª parte

Seu quarto de oração é o melhor Rio Jordão. Jesus disse: “Mas você, quando orar, vá para o seu quarto, feche a porta e ore ao seu Pai, que não pode ser visto. E o seu Pai, que vê o que você faz em segredo, lhe dará a recompensa” (Mt 6:6).

O leito do hospital ou a cela de um presídio pode ter água do Rio Jordão para sua alma.

Não, o Rio Jordão não é mais sagrado que qualquer rio, sem minimizar o seu valor histórico do Jordão em Israel. Disse-lhe Jesus: “Mulher, crê-me, a hora vem, em que nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem” (João 4:21-23).

A palavra de Jesus eliminou todos os “bezerros de ouro” que poderiam ser criados em: objetos, grutas, montes, túmulos, templos ou por aparições de imagens ou anjos do céu (Gal. 1:8).

Jesus disse para a mulher que esperava pelo Messias: “Eu o sou, que falo contigo”.

Os cristãos sabem que Jesus Cristo que morreu e ressuscitou é o Messias. Portanto, segundo as palavras de Jesus, não há Jerusalém, nem Rio Jordão, água benta ou relíquia sagrada que tem poder, a menos que seja falsificação para enganar aqueles que buscam a Deus.

Na noite antes de escrever essas linhas eu acordei com fortes problemas cardíacos, para que me serviria o Rio Jordão, Jerusalém ou alguma água, quando em Frankfurt meu coração ameaçou parar?

Para que serviria a água do Rio Jordão ou Jerusalém, quando o relógio da última hora finaliza o seu percurso?

Qual seria a diferença para quem pagou US$ 100 mil por sua sepultura, próxima ao muro de Jerusalém?

Sua “propina” paga pelo sepulcro não terá nenhum valor no juízo final (para ser sepultado no cemitério diante do muro antigo de Jerusalém se cobra até US$ 100 mil com a promessa que estes ressuscitarão por primeiro).

Aconselho a todos a visitar Israel e as terras bíblicas, pois vale a pena conhecer as terras de Israel, porém jamais deixe sua conversão, seu batismo ou seu testemunho de fé para o dia quando talvez você possa pisar as terras onde Jesus pisou.

Foi emocionante ver o batismo de um idoso, que, aos 80 anos de idade, teve sua primeira oportunidade de obedecer ao mandamento de Deus (Mr 16:16).

A Escritura diz: “Todo aquele que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus. E qualquer que me negar eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus” (Mt 10:32-33).

Seja uma testemunha de Cristo onde quer que você esteja. Busque ao Senhor em espírito e em verdade, no lugar onde você estiver, pois lá está o Senhor.

Ao falar desta verdade para um mecânico eu lhe disse: “Se em algum momento você estiver debaixo do motor de um caminhão, saiba que ali mesmo é o lugar tão sagrado quanto o Rio Jordão, e lá o Senhor se manifesta em sua vida, se Ele é buscado em sincera oração.

 

Mário Hort, o autor é pastor da Igreja de Deus no Brasil em Marechal Cândido Rondon

ecosdaliberdade@yahoo.com.br

TOPO