Copagril
Elio Migliorança

O sol é o melhor detergente

Os brasileiros são vítimas frequentes de jogadas,armadilhas e golpes aplicados por governantes e empresas públicas que apostam na desinformação do cidadão ao buscar seus direitos. Muitos impostos são criados com toscas justificativas, e quando colocados às claras revelam a má-fé nas decisões tomadas. É por isso que considero o sol o melhor detergente, pois quando as medidas são coladas às claras, revelam a verdadeira intenção de que mas aprovou.

Uma delas de maio passado atingiu em cheio todos os paranaenses. O Governo do Estado reduziu de dez para cinco mil litros a cota de água para quem pagava a taxa mínima de R$33,74. Isso representou um aumento absurdo e desumano de 100%. Os deputados que nos representam fizeram a maior cara de paisagem, como se nada tivessem com o assunto e foram correndo buscar emendas parlamentares para, com o nosso dinheiro, vir fazer um agrado e com isso apostar que ninguém tenha percebido a sacanagem.

Casa do Eletricista PISCINAS

Outro golpe foi perpetrado com relação à energia. Primeiro a campanha para substituir as lâmpadas incandescentes por LED, mais econômicas. O discurso oficial era: troque a lâmpada para gastar menos. Na verdade o que precisava ter sido dito era: troque a lâmpada porque o governo é incompetente para prover a energia necessária e por isso gaste menos energia, mas o que não foi dito é que você vai pagar 40% de imposto nas lâmpadas, sendo 30,85% de imposto estadual e 10% do federal.

De outro golpe os agricultores paranaenses foram vítimas em janeiro de 2016. De repente todos foram surpreendidos com a cobrança de ICMS sobre a energia elétrica na área rural. Três meses depois a cobrança foi considerada indevida, todos foram chamados ao recadastramento e a cobrança cessou. Se tivéssemos um governo honesto ele teria devolvido o imposto indevido, mas não, todos fizeram cara de paisagem apostando que poucos ou ninguém pediria o dinheiro de volta. Nossos deputados de novo silenciaram, ou melhor, acovardaram-se diante do governador e ninguém saiu em defesa dos nossos direitos exigindo que o dinheiro fosse devolvido. Todos precisaram recorrer ao serviço de um advogado para conseguir de volta o que nunca devia ter sido cobrado.

Neste momento o Congresso Nacional discute se arquiva ou investiga o presidente da República. Ora, um inocente não pode ter medo da investigação, devia exigi-la, pois ela provaria sua inocência. Coloque tudo sob a luz do sol, às claras, mostrando assim que nada deve. Mas os deputados federais, centenas deles denunciados na Operação Lava Jato, estão querendo salvar a própria pele evitando que se investigue qualquer denúncia. Não é por acaso que recente pesquisa colocou os nossos políticos como os piores do mundo em 137º lugar, ou seja o último.

E ao concluir este artigo fico sabendo que o Senado devolveu o mandato ao senador Aécio Neves, com isso fica absolvido todo aquele que receber qualquer tipo de propina. Neste processo apequenou-se o Supremo Tribunal Federal, que se curvou ao Senado. Tem lógica: são os senadores que aumentam o salário dos ministros do Supremo. Apequenou-se o PSDB, que de forma desavergonhada varreu a sujeira para debaixo do tapete e com o arquivamento da denúncia contra o presidente fica oficializada toda uma quadrilha de denunciados no comando do governo brasileiro.

TOPO