Ford Show Rural
Ecoville – Maior rede de limpeza
Editorial

Ontem, hoje e sempre agronegócio

Terminou na quinta-feira (16) com uma abençoada chuva mais uma edição do Dia de Campo Copagril. O sucesso do evento, ano após ano, com a participação de milhares de pessoas, mostra o quanto o agronegócio é importante para o Oeste do Paraná e para todo o Brasil. No evento, milhares de produtores rurais encontraram o que há de mais moderno em soluções para a agricultura e para a pecuária. Produtores de soja e milho, suínos, frango, peixe, entre outras atividades, puderam ver hoje as soluções do amanhã.

A temporada dos dias de campo só começou. Na região Oeste do Paraná, o primeiro foi da C.Vale, na semana passada, em Palotina, que conquistou o maior público de sua história. Quarta (15) e quinta-feira, as atenções se voltaram à Estação Experimental da Copagril em Marechal Cândido Rondon. Quem foi até lá pôde se aproximar de pesquisadores e das grandes empresas fornecedoras de insumos, além, é claro, de curtir um bom passeio com a família.

Casa do eletricista MINIESCAVADEIRA

No início de fevereiro acontece o Show Rural Coopavel, que reúne dezenas de milhares de pessoas dedicadas ao agronegócio brasileiro e mundial, em Cascavel. O evento, considerado o terceiro maior do mundo, deve receber cerca de 250 mil visitas em cinco dias de negócios e transferência de conhecimento de novas tecnologias.

Esse tipo de evento, cada vez mais enraizado na cultura do agronegócio do Oeste paranaense, é mais que um ambiente de negócios e tecnologias, é um ambiente de descobertas e de troca de experiências, troca de informações. Por trás deles estão pessoas engajadas no que fazem, apaixonadas pelo meio rural e dispostas a contribuir para um mundo melhor, mais justo e mais próspero para todos. E quando se diz todos, entenda o mundo todo. Sim, pois, afinal de contas, o Brasil é notadamente o celeiro do mundo, com perspectivas de ser ainda mais importante nas próximas décadas para ajudar a reduzir a fome ao redor do planeta.

No Brasil, o agronegócio tem sido o grande alicerce da economia. Na recessão recente que o país atravessou, manteve e até criou empregos. Amplia ano após ano a sua produtividade, produzindo mais alimentos, em menos espaço, com menos recursos. Tudo fruto de pesquisas e muito trabalho de pessoas que muitas vezes nem estão ligadas ao meio rural.

A expectativa agora, com as boas chuvas que abençoam o Oeste do Paraná, é de uma colheita farta de soja. Os milhões de reais vão abastecer os cofres públicos, o comércio, a indústria e a prestação de serviços, injetando um importante dinheiro na economia que quer deixar para trás os péssimos desempenhos registrados nos últimos anos e, de fato, voltar a crescer com consistência.

A temporada de eventos tecnológicos para o agronegócio está aberta no Brasil. É tempo para prestar atenção ao setor que mais colabora com a economia do país, gera empregos e renda para as famílias. É preciso agradecer a todos os envolvidos nesses grandiosos eventos. Com eles, tem-se a certeza de que o Brasil não para quando surgem desafios. Ao contrário, trabalha para contrariar tendências e seguir avançando. Ontem, hoje e sempre agronegócio.

TOPO