Copagril
Coluna ADI-PR

Pelo menos 1.058 contas anuais de prefeitos paranaenses estão pendentes nas Câmaras

Contas pendentes
Pelo menos 1.058 contas anuais de prefeitos paranaenses estão pendentes nas Câmaras de Vereadores. O levantamento é do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e corresponde aos anos 2007 a 2017. São casos em que o TCE emitiu parecer pela aprovação ou rejeição, mas ainda não recebeu retorno dos legislativos como exige a lei. O tribunal e o Ministério Público querem acelerar o trâmite dessas pendências.

Aves resgatadas

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

Só no primeiro semestre chegaram ao Parque das Aves, em Foz do Iguaçu, 123 aves resgatadas. A maioria resgatada pela Polícia Ambiental e pela Polícia Federal. Essas aves são resgatadas de ambientes de maus-tratos e/ou de posse ilegal. Para os próximos meses está prevista a chegada de mais 128 aves. Das mais de 1.500 aves de 150 espécies no parque, mais de 50% são de situação de tráfico de animais e maus-tratos. O tráfico de animais silvestres, a terceira maior atividade ilícita no mundo, movimenta entre US$ 10 bilhões e US$ 20 bilhões por ano.

Primeiro Emprego

O prefeito Marcelo Rangel (PSDB) enviou à Câmara de Vereadores o projeto de lei que cria o programa Primeiro Emprego em Ponta Grossa. As empresas que empregarem jovens entre 18 e 25 anos vão receber incentivos fiscais como desconto no IPTU, ITBI e outras taxas. “Com esse incentivo, esperamos gerar mais oportunidades de empregos aos jovens e ainda movimentar a economia local”, disse Rabgel.

Aprovação de Paranhos

A avaliação positiva do prefeito Leonaldo Paranhos (PSC) é de 89,3% em Cascavel, revela pesquisa do Instituto Datasonda. Já a aprovação do trabalho do prefeito chega a 78,7%, enquanto 16% o desaprovam. O Datasonda entrevistou 300 eleitores entre os dias 16 e 18 de julho. A margem de erro é de 4,7% e o grau de confiança é de 90%.

Carretas do Conhecimento

Oito cidades do Norte Pioneiro – Cornélio Procópio, Assaí, Bandeirantes, Cambará, Colorado, Ibiporã, Jaguariaíva e Andirá – recebem de julho até o final do ano o programa Carretas do Conhecimento, parceria do Estado com a Volkswagen, Senai e prefeituras e que oferece cursos de qualificação profissional e gratuita. São cursos de instalações elétricas, manutenção de motocicletas, confecção, elétrica automotiva, mecânica automotiva, mecânica industrial básica, panificação e refrigeração. Ao todo, as carretas vão percorrer 46 cidades e a meta é capacitar 2,5 mil trabalhadores em seis meses.

Desautorizado

O presidente estadual do MDB, deputado Anibelli Neto, desautorizou a convenção municipal do partido em Curitiba marcada para este sexta-feira (26). Anibelli Netto argumenta que a convenção está em desacordo com uma resolução da executiva estadual que prorrogou os mandatos de diretórios municipais até 15 de setembro. “No entanto, o diretório de Curitiba, mesmo tendo plena ciência da resolução, resolveu, por conta e risco, marcar a sua convenção na data de 26 de julho, sendo claro o aberto confronto com a determinação hierarquicamente superior”, diz.

Colodel aprovado

Pesquisa entre os dias 13 e 14 de julho mostra que prefeito Gerson Colodel (MDB) é aprovado por 69,18% em Almirante Tamandaré. O levantamento é do Instituto de Pesquisa e Opinião de Mercado, que entrevistou 451 eleitores. A margem de erro é de 4,5%, com intervalo de confiança de 95%. “Este resultado só é possível pelo trabalho intenso que fazemos junto ao vice-prefeito Daniel Lovato e toda equipe de secretários e funcionários”, disse Colodel.

Inaceitável

O deputado Romanelli (PSB) classificou como “inaceitável e incompreensível” a ameaça do ministro Osmar Terra (Cidadania) de fechar a Anvisa caso a agência mantenha a consulta pública do uso medicinal da maconha. “Prezado Osmar Terra, sempre lhe apoiei na cruzada antidrogas, especialmente contra a maconha. Mas essa de querer proibir o uso medicinal da cannabis e a ameaça de fechar a Anvisa por causa da consulta pública, é inaceitável e incompreensível”, postou Romanelli no Twitter.

Reajuste
A Agência Nacional de Saúde (ANS) Suplementar definiu que as mensalidades dos planos de saúde individuais ou familiares poderão ter reajuste máximo de 7,35%. O índice poderá ser aplicado aos planos de saúde que fizerem aniversário no período de maio de 2019 a abril de 2020. Segundo a ANS, o cálculo do reajuste combina a variação das despesas assistenciais com o IPCA. Ainda de acordo com a agência reguladora, o modelo resultou na redução do valor de reajuste. No ano passado, a autorização de aumento chegou a 10%.

Muita hora-extra
O Governo do Estado cobrou explicações das universidades paranaenses pelo aumento excessivo da despesa com a folha de pagamento neste ano. No primeiro semestre, as universidades pagaram R$ 20 milhões em horas-extras e, além disso, essas horas-extras foram pagas especialmente a servidores que recebem salários superiores a R$ 40 mil.


Da Redação ADI-PR Curitiba
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br  

TOPO