Coluna ADI-PR

PSL traça estratégia para tentar conquistar ao menos 500 prefeituras em todo o Brasil

PSL nas eleições
O PSL começou a traçar sua estratégia para tentar conquistar ao menos 500 prefeituras em todo o Brasil. O partido tem a maior fatia do fundo eleitoral (R$ 203 milhões ) e está organizando o que têm chamado de “PSL itinerante”. A ideia é que uma comitiva com integrantes da sigla percorra os 26 Estados e o Distrito Federal entre março e maio para construir o maior número de candidaturas possíveis nos 5.570 municípios do país. No Paraná, desponta a candidatura do Delegado Francischini à Prefeitura de Curitiba. A ponta-grossense deputada Joice Hasselmann é candidata do PSL a prefeita de São Paulo.

Doutor honoris
O ex-deputado Alex Canziani será “Doutor Honoris Causa” da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UFPR). O título que será entregue em março é uma homenagem “àquele que sempre batalhou pela universidade e pela educação deste país”, diz o reitor Luiz Alberto Pilatti, autor da comenda. Em 2005, Canziani tornou-se um dos articuladores pela criação daquela instituição e um dos relatores da lei que a transformou na primeira e única universidade tecnológica federal do país. Atualmente ela tem mais de 31 mil alunos espalhados em 13 campus paranaenses.

Casa do Eletricista – Clorador Agosto

(Foto: Divulgação)

Encontro PTB
Já a deputada Luísa Canziani esteve em Foz do Iguaçu no encontro municipal do PTB. O encontro no Hotel Bella Itália discutiu a conjuntura política estadual e nacional e as eleições municipais de 04 de outubro.

Recompensas
O alinhamento brasileiro com os Estados Unidos pode ser recompensado. Desde a última ação americana no Iraque o Brasil tem sido bem visto pela Corte americana e já o apoiou ao ingresso na OCDE e ao aprimoramento das relações comerciais entre Brasil e EUA com vistas a um eventual acordo de livre comércio.

Verde e Amarelo
O Ministério da Economia publicou a regulamentação do Emprego Verde e Amarelo, programa que pretende estimular a geração de postos de trabalho para jovens entre 18 a 29 anos que procuram a primeira oportunidade de emprego. Segundo a norma, os contratos podem ter duração de 24 meses, podendo ser prorrogados por mais 24 meses, desde que os trabalhadores não ultrapassem os 30 anos.

Cultura
O governo Bolsonaro vai lançar na próxima semana o Prêmio Nacional das Artes, que reúne editais de apoio à cultura. Segundo a Secretaria da Cultura, serão investidos mais de R$ 20 milhões em projetos de todas as regiões do Brasil. o programa será detalhado pelo secretário Roberto Alvim e por Bolsonaro em uma live no Facebook do presidente nesta quinta-feira (16).

Bom trabalho
A Polícia Civil do Paraná atenta que nenhum caso de feminicídio foi registrado em São José dos Pinhais em 2019. A delegada Lucy Santiago afirma que o resultado se deve ao bom funcionamento da rede de proteção à mulher na cidade, que conta com a celeridade nos trabalhos da Patrulha Maria da Penha e da Guarda Municipal.

Epidemia histórica
Londrina está em alerta: nestas três primeiras semanas de janeiro foram registrados 533 casos suspeitos de dengue, com seis casos positivos e dois com suspeitas de morte. A vigilância de saúde destaca que é a pior crise da história da cidade.

Festa da Uva
Colombo começa a organização para a 55ª edição da Festa da Uva entre os dias 05 e 09 de fevereiro e reserva atrações especiais durante os cinco dias de festa.

Correios
Entre as preocupações do governo na privatização dos Correios está em como sanar o passivo de R$ 11 bilhões no fundo de pensão Postalis e de R$ 3 bilhões no plano de saúde dos funcionários. Está sendo avaliado como tapar o rombo, honrar o pagamento dos que ainda vão se aposentar e o que fazer com 40 mil servidores que possivelmente vão perder o emprego com a privatização da estatal.

Quebra do monopólio
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sugere a quebra do monopólio dos Correios. A proposta é que a privatização alcançaria apenas o setor de cartas – nas entregas, o mercado é aberto- e há dúvidas sobre se as empresas se interessarão em atuar fora dos grandes centros urbanos.

Vacina
Lei paranaense que tornou obrigatória a apresentação da carteira de vacinação nas escolas públicas e particulares ganha força a cada início de ano letivo. A lei foi a alternativa de se manter em dia a vacinação de crianças e adolescentes. Os estudantes não são impedidos de frequentar as aulas, mas se constatada a falta de declararão da vacina, os pais ou responsáveis, sob pena de serem acionados pelo Conselho Tutelar, são contatados e devem regularizar a situação em um prazo de 30 dias. Além do Paraná, somente São Paulo tem lei semelhante.

Fundo eleitoral
A consultoria legislativa da Câmara dos Deputados fez um estudo sobre a dependência dos parlamentares federais do dinheiro público na campanha de 2018. A análise das contas eleitorais revela que 342 dos 513 parlamentares eleitos tiveram 70% ou mais de suas campanhas custeadas por recursos dos fundos eleitoral ou partidário.

 

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br

TOPO