Coluna ADI-PR

Sérgio Moro vai inaugurar Centro Integrado de Operações de Fronteira em Foz do Iguaçu

Moro inaugura

O ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) inaugura, na segunda-feira (16), o Centro Integrado de Operações de Fronteira em Foz do Iguaçu, localizado no Parque Tecnológico Itaipu. Participam ainda do ato o governador Ratinho Junior e o diretor geral da Itaipu, Joaquim Silva e Luna. O centro vai intensificar e fortalecer a integração entre os agentes de segurança pública no combate ao crime organizado transnacional e atuará prioritariamente em três frentes: operação ostensiva, auxílio de investigação e combate ao crime organizado. E vai atuar ainda no combate ao tráfico de armas e drogas. As equipes também monitorarão movimentações financeiras ilegais, que podem financiar o terrorismo em várias partes do mundo.

Casa do Eletricista – Clorador Agosto

 

(Foto: Divulgação)

 

Paraná Urbano

O Senado autorizou operação de crédito externo de US$ 118,3 milhões (cerca de R$ 488 milhões) do BID ao Paraná. O recurso se destina ao programa Paraná Urbano, conjunto de ações voltadas ao desenvolvimento urbano e melhorias de infraestrutura dos municípios paranaenses. A proposta segue os trâmites da Secretaria do Tesouro Nacional.

 

Capital da Tilápia

Nova Aurora vai receber o título de Capital Nacional da Tilápia, conforme projeto de lei aprovado no Senado e que vai à sanção presidencial. De acordo com o deputado Evandro Roman, autor do texto, a região Oeste se destaca como a que mais produz tilápia no país. Em Nova Aurora, a atividade gera 800 empregos diretos e tem mais de 250 produtores familiares.

 

Prata da casa

A UFPR está entre as universidades públicas com o melhor desempenho, na 7ª colocação, no ranking “IGC 5”. O Ministério da Educação apresentou os dois índices que refletem a qualidade dos cursos e das instituições de Ensino Superior no Brasil: o Conceito Preliminar de Cursos (CPC) e o Índice Geral de Cursos (IGC), referentes a 2018.

 

Direitos da criança

O secretário Ney Leprevost (Justiça, Família e Trabalho) e o governador Ratinho Junior assinaram decreto que institui o grupo de trabalho interinstitucional responsável pelo desenvolvimento de uma metodologia de acompanhamento da execução de recursos estaduais. O objetivo é assegurar a execução das políticas sociais públicas nas áreas relacionadas à proteção da infância e adolescência. “As crianças não podem esperar. Investir na infância é investir no futuro”, disse Leprevost, reiterando que a proteção integral à infância é uma prioridade no governo Ratinho Junior.

 

Contorno Sul

O deputado Luciano Ducci garantiu emenda de R$ 300 milhões no Plano Plurianual para obras do Contorno Sul em Curitiba. O projeto prevê a construção da continuação da via marginal, para que seja implantado sentido único, eliminando os conflitos existentes, e também a construção de trincheiras e passarela para pedestres. “Estas obras atendem os moradores de Curitiba e Região Metropolitana. A intenção é tornar o trecho mais seguro tanto para quem trafega pela região quanto para quem mora”, disse Ducci.

 

Audiência

A Assembleia Legislativa aprovou requerimento do deputado Romanelli (PSB) e vai realizar, no dia 04 de fevereiro de 2020, uma audiência que vai debater a PEC do Pacto Federativo, que prevê a incorporação a municípios vizinhos de cidades com até cinco mil habitantes. Romanelli é contra a proposta – de extinção dos municípios – e divulgou um estudo da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) que aponta a perda de R$ 682 milhões em recursos ao Paraná e que 100 cidades estão ameaçadas caso a PEC seja aprovada no Congresso Nacional, conforme proposta pelo governo federal.

 

Apoio financeiro

O secretário Sandro Alex (Infraestrutura e Logística) participou em Brasília da audiência da bancada federal e em busca de apoio financeiros aos municípios. “Além do encontro com a bancada federal, estou confirmando mais de R$ 15 milhões em emendas que destinei ao orçamento de 2020 às cidades que represento como deputado federal”, informou.

 

Saúde

O deputado Michele Caputo Neto (PSDB) participou da liberação de R$ 9 milhões para 41 municípios, trazendo melhorias na área da saúde, educação, segurança pública, agricultura, esporte e lazer. Os recursos são do Programa Paraná Mais Cidades. “Recursos que, sem dúvida, farão a diferença na vida das pessoas. Parabéns aos prefeitos, vereadores, lideranças comunitárias e diretores de entidades filantrópicas pela conquista. O povo do Paraná é muito grato ao trabalho que desenvolvem”.

 

Cessão e FPM

A partilha dos recursos da cessão onerosa do pré-sal – já aprovada pelo Congresso Nacional – e o aumento de 1% na distribuição de recursos federais ao FPM vai render R$ 433 milhões às cidades do Paraná. São R$ 358,7 milhões de cessão onerosa e mais R$ 74,2 milhões do FPM. Os maiores quinhão vão para Curitiba (R$ 19,7 milhões) e Londrina, Maringá, Ponta Grossa, São José dos Pinhais, Cascavel e Foz do Iguaçu – cada uma vai receber R$ 4,9 milhões (R$ 4,1 milhões de cessão onerosa e R$ 849,6 mil de FPM). O levantamento é da Confederação Nacional dos Municípios.

 

Orçamento

Os deputados aprovaram o orçamento estadual de 2020, estimado em R$ 50 bilhões – 30% dos recursos vão para Educação (R$ 10 bilhões), 12% para Saúde (R$ 3,9 bilhões) e R$ 3,7 bilhões para Segurança Pública. O Executivo, Judiciário, Legislativo, Ministério Público e Defensoria Pública só podem solicitar crédito adicional se os valores estabelecidos representarem até 4% do orçamento estimado.

 

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

TOPO