Copagril – Sou agro com orgulho
Arno Kunzler

Seriedade

Não importa se você é aliado do Bolsonaro ou dos governadores e prefeitos, nesta hora os brasileiros precisam ter seriedade.

Seriedade no que falam, no que publicam, no que compartilham e, principalmente, seriedade no que fazem.

Casa do Eletricista – BOBCAT

Não importa de que lado você está, a sua vida ou alguém da sua família corre risco.

Antes que a tragédia aumente, antes que a tristeza bata na nossa porta, vamos nos conscientizar que estamos todos em perigo.

Pobres ou endinheirados, ignorantes ou estudados, da cidade grande ou do interior do Brasil, se alguém for acometido pela Covid-19, só lhe resta torcer para não ter que morrer asfixiado em sua própria casa ou nos corredores dos hospitais.

Percebo com tristeza que mesmo diante da tragédia iminente estamos mais preocupados em achar o culpado, ou os culpados, por isso ou aquilo.

Não estaria mais do que na hora de esquecer as picuinhas e, em homenagem às vítimas, prestar nossa solidariedade aos que já passaram por momentos dramáticos e às famílias que ainda estão na luta diária por notícias de seu familiar internado?

A tragédia que envolve essas famílias não é só a angústia diária por notícias, mas ver que a maioria das pessoas não estão nem aí, continuam sua indigesta batalha, ocupando todos os meios para tentar provar quem tem razão e, quiçá, convencer alguém que seu líder preferido estava certo.

Acumulamos erros no combate à pandemia e sabidamente muita gente poderia ter sido salva e milhões já poderiam estar vacinados.

Erros de interpretação, erros por ego político, por falta de humildade, falta de atitude, falta de consciência e, sobretudo, falta de conhecimento.

Mas o que isso importa hoje para quem está entre a vida e a morte?

 

Arno Kunzler é jornalista e diretor do Jornal O Presente e da Editora Amigos

arno@opresente.com.br

TOPO