Pastor Mário Hort

Uma fresta no céu escreveu na pedra – 2ª parte

Moisés, o maior legislador de todos os tempos, foi chamado por Deus para subir ao Monte Sinai. A Escritura diz:

9 E subiram Moisés, e Arão, e Nadabe, e Abiú, e setenta dos anciãos de Israel.

10 E viram o Deus de Israel, sob cujos pés havia como uma pavimentação de pedra de safira, que se parecia com o céu na sua claridade.

11 Ele não estendeu a mão sobre os escolhidos dos filhos de Israel, porém eles viram a Deus… 16 E, a glória do Senhor pousou sobre o monte Sinai… 17 O aspecto da glória do Senhor era como um fogo consumidor no cimo do monte, aos olhos de Israel. 18 Moisés entrou pelo meio da nuvem, subiu ao monte; e lá ele permaneceu quarenta dias e quarenta noites. Ex. 24:9-18 E tendo acabado de falar com ele no monte Sinai, Deus deu a Moisés as duas tábuas do testemunho, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus. Ex. 31:18

A sua fé cristã, irmão, está sob a grande nuvem das testemunhas milenares, desde a criação do mundo ( Heb. 12:1 e Gen. 1:1).

Moisés viu a “fresta” e o seu rosto brilhava, ao ponto que ele precisava falar ao povo, com o rosto coberto por um véu (Ex. 34:29-35 e 2 Cor.3:7). Imagine se você vivesse numa cultura pagã, adorando imagens, sacrificando seus filhos aos ídolos, sem respeito a pai e mãe, matando, adulterando, furtando, mentindo com falsos testemunhos e cobiçando tudo e a todos (Gen. 20:1-17.), assim você seria um monstro.

Ao assistir os arrastões na TV, vendo jovens assaltando e queimando ônibus, nos resta pedir: “Senhor, mostra-lhes uma fresta no céu” e permita que conheçam a felicidade de viver obedecendo as tuas leis. “Ajude o povo que destrói seu mundo por falta de luz do céu”.

Falta que as leis de Deus sejam ensinadas novamente desde o jardim de infância, até a faculdade e certamente milhares de assaltos, roubos e governantes corruptos não teriam coragem de fazer o que fazem com nossa pátria.

As leis escritas pelos dedos de Deus abriram a maior fresta no céu e iluminaram a consciência do homem que Ele criou.

Mas, o mundo científico de muitos conhecimentos se tornou sábio diante de seus próprios olhos e perdeu a cultura divina que ultrapassa todo o conhecimento do céu e da terra.

Será em vão esperar o tempo quando os colégios, as faculdades e universidades levarão o conhecimento da escrita na pedra pelo dedo de Deus aos seus alunos. Por essa razão os governos ficarão sem saída e o caos tomará conta da humanidade, por estar de olhos vendados diante da “fresta do céu” que temos na Escritura Sagrada.

O povo de Israel, ao sair da escravidão do Egito, no início de sua jornada para a Terra Prometida, recebeu as leis de Deus escritas na pedra.

É inadmissível que os sábios do século XXI quebraram as tábuas de pedras com as leis escritas pelo dedo de Deus!

O povo andará peregrinando no deserto até se exterminar por si próprio, como morreram todos aqueles, com idade acima de 20 anos (Num. 32:11-13), pelo pecado da rebelião contra as leis de Deus.

Olhe para a “fresta do céu” escrita pelo dedo de Deus na Sagrada Escritura. Ensine aos seus filhos a obedecer à luz que brota da “fresta” celestial, na Bíblia Sagrada.

 

Mário Hort, o autor é pastor da Igreja de Deus no Brasil em Marechal Cândido Rondon

ecosdaliberdade@yahoo.com.br

TOPO