Ford Ranger e Ecosport Set/2020
Copagril – Compras no Site
Arno Kunzler

Vida que segue

É impossível seguir a vida ignorando o que se passou nos primeiros meses de 2020, um ano atípico que revolucionou nosso jeito de ver as coisas.

Mas também não iremos construir o futuro olhando para trás, achando que tudo mudou e que nossas ações terão que sempre levar em conta os momentos de pânico vividos durante a pandemia.

Casa do Eletricista – GENCO

Nem chegaremos a lugar algum lamentando o que se passou, por mais e melhores motivos que pudermos mencionar.

Então, é provável que as cicatrizes da pandemia irão conosco para o resto das nossas vidas.

Mas também é importante que tenhamos capacidade para olhar o horizonte e perceber o quanto se tem por fazer.

O mundo praticamente parou em março de 2020, mas a vida continua.

Podemos até mudar alguns hábitos, mas não conseguiremos parar de nos alimentar, de nos vestir, de viajar, divertir, enfim… nossas necessidades continuam e terão que ser alimentadas, diariamente. Se as necessidades continuarem, o nosso trabalho também vai continuar.

Nossas empresas terão vida útil, nossos negócios não vão perecer.

Os empregos continuarão ativos e novos produtos, novos serviços e novas necessidades surgirão para serem atendidas.

O que parecia impossível no final de março está hoje diante de nós: a vida que segue.

Temos, portanto, novos e imensos desafios pela frente.

Entender a dimensão da pandemia entre nós, de que forma e o quanto ela nos atingiu.

Descobrir novas demandas, oportunidades que surgiram com a pandemia.

Cada empresário, cada negócio, cada atividade tem suas particularidades e é nelas que precisamos mergulhar para nos fortalecer.

É certo que hoje somos melhores do que antes da pandemia.

Temos mais conhecimento e, talvez, mais receio de que as coisas não são eternas.

Tivemos oportunidade ímpar de nos reconectar com a nossa espiritualidade, praticar solidariedade e ações de caridade.

Certamente hoje somos mais fortes, mais preparados e mais determinados a construir algo melhor.

Então, vida que segue.

 

Arno Kunzler é jornalista e diretor do Jornal O Presente e da Editora Amigos

arno@opresente.com.br

TOPO