Pastor Mário Hort
A força do amor conjugal na juventude - 4ª parte

“Como pode um jovem conservar puro o seu caminho?

Vivendo-o de acordo com a tua Palavra”. Sal 119:9.

Observei o caminho de três gerações desde a juventude dos pais em uma só cidade, apesar de muitas viagens internacionais. Agora posso ver os netos, mas se eu pudesse expor a imagem dos pais de alguns destes jovens, teríamos imagens fantásticas e outras angustiantes e terríveis!

Como o jovem pode gerar energia para sua vida conjugal?

1º Conservando a saúde sem jogar sua juventude no lixo.Tudo o que vai para o “lixo” de sua juventude não estará no lixão, mas em seu peito, nos ossos e será sentido na falta da força do amor conjugal, talvez com impotência sexual. Não é o pai nem a mãe que sofrerão o desgaste da vida de seus filhos, pois dentro de pouco tempo devem sair de casa e seguir seu próprio caminho.

A jovem pode ser estuprada e até colocar outros na prisão,quando lhe acontece alguma violência, porém pouco se fala da provocação que ela “desfilou”.

Há moças que usam sua única beleza para expô-la ao perigo, e então realmente pode lhes acontecer algum agravo. A juventude passa e a beleza também, mas a mulher e esposa podem ficar ainda mais belas quando conservam a sua beleza para o seu devido tempo e lugar.

2º Jovem, prepare uma represa de suas emoções para gerar a força conjugal no tempo que a energia será exigida em seu casamento.

Os rapazes podem gastar o “brilho” das emoções da saúde gastando-as de forma indevida, e logo lhes faltará a forçado amor conjugal. A varonilidade pode faltar para a união conjugal, pois foi arruinada na juventude.

Há “luas-de-mel” que só têm fel, porque apenas sobrou lixo. E além de tudo, pode surgir o “lixo” de doenças,inclusive na esposa e nos filhos.

Faça uma represa com as melhores emoções e tenha esta reserva da força do amor conjugal para o seu casamento.

Busque a orientação de Deus para sua escolha da pessoa que receberá seu amor conjugal. Esta será a melhor “reserva” para o seu matrimônio.

3º Viva em sua juventude de acordo com a Palavra de Deus.

Realizei casamentos de vários jovens que não queriam saber absolutamente nada da palavra de Deus, e eu o sabia no momento do casamento. Mas jamais eu poderia descrever agora o terror da vida desta gente, pois as histórias são horríveis. Seria forte demais descrever a vergonha da noite de núpcias de alguns e a morte de vários que casaram dessa forma.

A Escritura Sagrada diz:“Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores! Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite. Ele é como árvore plantada à beira de águas correntes: dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que ele faz prospera”! Salmo 1:1-3.