Copagril
Brasil Itaipu Binacional

Trabalho em equipe será marca da gestão, afirma novo diretor administrativo

Fotos: A. Marchetti

O novo diretor administrativo de Itaipu Binacional, o contra-almirante da Marinha Paulo Roberto da Silva Xavier, disse que trabalho em equipe e foco na missão empresarial serão as principais marcas de sua gestão. Ele foi nomeado no último dia 9 pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e tomou posse nesta terça-feira (13), no Centro Executivo.

“Reitero a todos o meu completo comprometimento [com Itaipu]. Sou uma pessoa de equipe, gosto de trabalhar assim, e darei o meu melhor para agregar e colaborar com esse time brilhante que está aqui. E também para que Itaipu consiga alcançar os objetivos estratégicos que estão preconizados na sua missão e atender as diretrizes emanadas pelo diretor-geral”, afirmou.

Casa do Eletricista PISCINAS

Também tomaram posse na cerimônia o novo diretor superintendente da Fundação Itaiguay, Fernando Cossa, e o novo diretor administrativo-financeiro, Adriano Hamerschmidt, ambos empregados de Itaipu. A fundação é responsável pela gestão do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), que tem a binacional como entidade mantenedora.

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, observou que a Diretoria Administrativa da binacional e o hospital têm como característica em comum “cuidar do nosso bem maior, que é a nossa gente”. “A Diretoria Administrativa exige um tipo de trabalho diferenciado, porque se conecta com todos os empregados”, definiu. “É uma missão bastante abrangente e que exige contato com as pessoas.”

Também participaram da cerimônia todos os demais diretores brasileiros de Itaipu e diretores e integrantes do Conselho de Curadores da Fundação Itaiguapy. Acompanhado de familiares, Fernando Cossa não escondeu a emoção ao assumir o novo cargo. “A emoção do Fernando traduz esse sentimento de pertencimento que todos têm com relação à Itaipu”, ressaltou Silva e Luna.

O diretor-geral lembrou ainda que, com a posse de Xavier, em substituição a João Pereira, a renovação do quadro de diretores da margem brasileira da usina alcança 100% neste ano. Os últimos dois diretores que tomaram posse foram Celso Torino (técnico executivo), no dia 25 de junho, e Mariana Favoreto Thiele (jurídica), no dia 6 de agosto – ambos são empregados de carreira de Itaipu.

 

Primeiros passos

Paulo Roberto da Silva Xavier antecipou que pretende dedicar os primeiros dias à frente da Diretoria Administrativa para conhecer melhor a empresa, a diretoria e a equipe de trabalho. Segundo ele, o desafio é grande. “Itaipu é uma das maiores empresas do mundo e uma locomotiva que move a área energética do Brasil e do Paraguai”, afirmou. “É um desafio muito grande e estou ciente dele. Mas me considero pronto para contribuir.”

O novo diretor disse ainda que Itaipu o impressionou desde a primeira visita, em 2002, quando era aluno da Escola Superior de Guerra. Em 2016, ele retornou à usina quando ocupava o cargo de subsecretário de Ciência e Tecnologia da Marinha, para conhecer projetos e discutir parcerias com o Parque Tecnológico Itaipu (PTI).

 

Carreira

O novo diretor administrativo de Itaipu é formado pela Escola Superior de Guerra, com doutorado em Ciências Navais – Curso de Altos Estudos de Política e Estratégia. Ele tem ainda várias especializações como militar e gestor. Entre outros cargos, foi diretor do Pessoal Civil da Marinha, ocupou o cargo de subsecretário de Ciência e Tecnologia e foi assessor-chefe de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) na Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha e adido naval na Argentina.

 

Com Itaipu

TOPO