Fale com a gente

Coluna ADI-PR

Travelers Choice 2022 – Best of the Best elege Cataratas do Iguaçu como uma das principais atrações do mundo

Publicado

em

Turismo mundial

O “Travelers Choice 2022 – Best of the Best” elegeu as Cataratas do Iguaçu como uma das “principais atrações do mundo”. A seleção é feita com as avaliações globais de usuários do site TripAdvisor. O atrativo ficou em 7º lugar.

As Cataratas, partilhado entre Foz do Iguaçu e Puerto Iguazu, está ao lado do Coliseu de Roma (Itália), Empire State Building, nos Estados Unidos, e da Torre Eiffel, na França – ícones do turismo internacional.

 

Campanha internacional

No final de maio, a imagem das Cataratas do Iguaçu ganhou destaque em uma campanha da Embratur nas principais cidades dos Estados Unidos: Nova Iorque, Los Angeles, Dallas, Houston e Washington. O atrativo protagonizou peças da campanha “Visit Brazil. A wow experience”, que está sendo veiculada por 30 dias no país, um dos principais emissores de turistas estrangeiros para Foz do Iguaçu.

 

Potencial turístico

A região Sul do Paraná pretende investir pesado no potencial turístico, sobretudo fomentando o turismo rural. A região, essencialmente agrícola, tem como cidades-polo União da Vitória e Irati. Destaca-se pelos produtos típicos, em especial a erva-mate e o pinhão, que são também atrativos para impulsionar o turismo. A região é marcada por uma grande diversidade e riquezas culturais por conta do grande número de descendentes de ucranianos, poloneses, italianos, alemães, portugueses, eslavos e russos. Uma das referências é o município de Prudentópolis, considerada “a cidade mais ucraniana do Brasil”.

 

Eleições 2022

Pesquisa eleitoral contratada pelo Grupo RIC para as eleições de 2022 aponta as intenções de votos dos paranaenses para o Governo do Estado e para o Senado. Conforme os dados, o atual governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), seria reeleito e Sergio Moro (União Brasil) seria o candidato mais votado para o Senado. No levantamento espontâneo para governador, Ratinho Junior está com 42% das intenções de voto; em seguida vem Roberto Requião, com 16%.

 

Senado disputado

No levantamento espontâneo para a corrida por uma vaga no Senado Sergio Moro (União Brasil) tem 30% dos votos, seguido de Alvaro Dias (Podemos) com 23%, Dr. Rosinha (PT) com 7%, Paulo Martins (PL) com 6%, Aline Sleutjes (Pros) com 2% e Alex Canziani (PSD) e Guto Silva (Progressistas) com 1% cada. Ainda, 11% declararam votar nulo ou branco e 19% não souberam ou não quiseram responder.

 

Registro

A pesquisa foi contratada pelo Grupo RIC, realizada pela Real Time Big Data e registrada sob o número PR-06518/2022. Os dados foram coletados na modalidade quantitativa telefônica. Ao todo, 1,5 mil paranaenses, eleitores com mais de 16 anos, foram entrevistados, entre 24 e 25 de junho deste ano. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

 

Consórcios públicos

Defensor do municipalismo e da união de cidades e Estados em torno de projetos em comum, o deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) foi um dos articuladores para a aprovação, no plenário da Câmara dos Deputados, do projeto que permite a criação de fundos para consórcios públicos formados por Estados ou municípios para custear programas e ações de interesse público, como obras de infraestrutura ou aquisição de bens e serviços. A proposta segue agora para análise do Senado Federal.

 

Desenvolvimento

“Os consórcios públicos são considerados uma importante estratégia para o desenvolvimento não apenas dos municípios envolvidos, mas de todo o entorno regional, facilitando o planejamento, implementação e gestão compartilhada de políticas públicas. Eles possibilitam maior autonomia a Estados, municípios e Distrito Federal e permitem flexibilidade e agilidade para a gestão orçamentária, além de rapidez na execução de obras a custos mais baixos”, afirmou Rubens Bueno.

 

Só aumenta

O deputado federal Ney Leprevost, membro titular da Comissão de Minas e Energia, encaminhou expediente ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, solicitando que seja enviado pedido de informações ao ministro de Minas e Energia para que seja esclarecida a remuneração dos diretores, conselheiros e acionistas da Petrobras.

 

Sem crise

Segundo levantamento da Secretaria de Controle das Estatais, do Ministério da Economia, de 2020 a 2021 os salários dos diretores da Petrobras saltaram de US$ 2,8 milhões para US$ 6,1 milhões (R$ 31 milhões) em meio à crise da pandemia, inflando os salários dos diretores, conselheiros e acionistas. Leprevost também propôs ao ministro Adolfo Sachsida o fim da política de Paridade de Preços Internacionais adotada pela Petrobras desde 2016.

 

Greca no PSD

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, deixou o partido União Brasil para caminhar politicamente junto com o Partido Social Democrático (PSD). A ficha de filiação foi assinada pelo governador Ratinho Junior, presidente do PSD no Paraná, e pelo presidente nacional, Gilberto Kassab, em um evento que reuniu membros do partido na Capital. Greca se junta a um grupo de mais de 130 prefeitos do PSD, que comandam a gestão de um terço dos municípios paranaenses e reforça a presença do partido na Capital do Estado, que já contava com o vice-prefeito Eduardo Pimentel.

 

Impactos da pandemia

Um grupo de pesquisa com representantes da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e outras cinco instituições estaduais e federais buscam responder o quanto a pandemia da Covid-19 impactou na educação brasileira. Até o momento, o grupo de pesquisa constatou que o número de crianças de seis e sete anos que não sabem ler e escrever cresceu 66,3% entre 2019 e 2021.

 

No pleito

O jornalista paranaense Alborghetti Neto, suplente de vereador pelo Progressistas, vai concorrer à eleição de 02 de outubro. Ele sabe que a chapa do partido é pesada e tem bons votos, como Christiane Yared, Pedro Lupion, Evandro Roman, Tião Medeiros e Ricardo Barros. Conhecido na Capital do Paraná pela bandeira do bolsonarismo, Alborghetti Neto deve ser uma surpresa para 2022.

 

No combate

A vereadora de Curitiba e sargento Tânia Guerreiro, que trabalha com a causa do combate à pedofilia há mais de 30 anos, já passou por nove cidades do Estado com um ciclo de palestras para educadores, profissionais da saúde, líderes religiosos e autoridades municipais e a agenda se estende até o mês de setembro. “Ações de enfrentamento geram sensibilização e mobilização social para combater essas formas de violência. A violência sexual praticada contra crianças e adolescentes é uma forma de violação de direitos humanos e envolve vários fatores de risco e vulnerabilidade”, disse.

 

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

 

Continue Lendo

Facebook