Copagril
Esportes

Cheio de formalidade, Dunga faz carta de agradecimento à CBF

Dunga desembarcou no Brasil no domingo (04) e logo após ficou sabendo que foi demitido. (EFE)

Ap oacute;s ser dispensado do comando da Sele ccedil; atilde;o no domingo (04), o t eacute;cnico Dunga enviou, ontem (05), uma carta de despedida e agradecimento ao presidente da CBF, Ricardo Teixeira. No documento, o treinador usa e abusa da formalidade, chamando o mandat aacute;rio do futebol brasileiro de ldquo;Vossa Senhoria rdquo; e diz que resgatou o respeito do time no cen aacute;rio internacional. Dunga, que comandou o Brasil nos uacute;ltimos quatro anos e foi eliminado – pela Holanda – nas quartas-de-final da Copa do Mundo da Aacute;frica do Sul, iniciou a carta agradecendo a oportunidade por comandar a equipe nacional.
O t eacute;cnico ficou sabendo da sua demiss atilde;o atrav eacute;s de um telefonema e logo depois a CBF publicou uma nota oficial na sua p aacute;gina na internet. Conformado, o treinador em nenhum momento questionou a decis atilde;o de Ricardo Teixeira. ldquo;Respeitosamente, dirijo-me a Vossa Senhoria, primeiro, para renovar os meus agradecimentos pela confian ccedil;a, respaldo e autonomia concedida, o que, sem d uacute;vida, permitiu-me que, ao longo destes quase quatro anos de servi ccedil;os prestados agrave; Confedera ccedil; atilde;o Brasileira de Futebol (CBF), efetivamente, em conjunto com os demais membros da comiss atilde;o t eacute;cnica e atletas, eu pudesse desempenhar na plenitude as atribui ccedil; otilde;es e fun ccedil; otilde;es inerentes ao cargo de treinador da Sele ccedil; atilde;o Brasileira de Futebol rdquo;.
O treinador fez quest atilde;o de ressaltar que a conquista do hexa n atilde;o estava condicionada ao seu cargo, mas que todos da comiss atilde;o e do elenco se prepararam para buscar o objetivo. Dunga destacou ainda que os erros do passado foram corrigidos, referindo-se ao per iacute;odo pr eacute;-Copa de 2006, quando o Brasil foi amplamente criticado pelo clima excessivamente festivo na cidade de Weggis, na Su iacute; ccedil;a, e pelas condi ccedil; otilde;es f iacute;sicas de alguns jogadores considerados medalh otilde;es. Ainda na carta, Dunga destacou o resgate do respeito da Sele ccedil; atilde;o no cen aacute;rio mundial e dos jogadores pela camisa amarela. E terminou desejando sucesso ao Brasil na Copa de 2014, que ser aacute; realizada no pa iacute;s.

TOPO