Copagril
Esportes No Itaquerão

De olho no G-6 e com sexta escalação diferente em seis jogos, Inter enfrenta o Corinthians

(Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

Seis jogos, seis times diferentes. O Internacional de Zé Ricardo segue em mutação. Desta vez, para o clássico com cara de decisão com o Corinthians, neste domingo (17), às 18 horas, em Itaquera, o treinador precisará mexer novamente na equipe.

Com Paolo Guerrero desembarcando em São Paulo horas antes do clássico, Rafael Sobis deverá começar a emblemática partida. Além da rivalidade da primeira década dos anos 2000, Inter e Corinthians disputam vaga à Libertadores.

Casa do eletricista TRATAM. E ACESS.

O Inter abriu a rodada igualado em pontos com os paulistas, mas à frente na classificação devido aos critérios de desempate. Como o empate é considerado bom resultado para o Colorado, a tendência é de um time cheio de cuidados defensivos em São Paulo.

“O estádio vai estar bem cheio, e é um confronto direto. Será um jogo-chave. Hoje, dependemos da gente, falando de pré-Libertadores. Uma vitória encaminha a gente bem. Isso também é importante. Nesta fase do campeonato, tem de ir fora de casa pensando em fazer o resultado”, comentou Rodrigo Lindoso.

“Precisávamos dessa semana (sem jogos), ainda mais depois de vitória (sobre o Fluminense, no último domingo). Já se vê um dedo dele (Zé Ricardo) no nosso time, que vem colocando as características que deseja para equipe. Os jogadores já assimilaram bem”, avaliou Pottker. No primeiro turno, Inter e Corinthians empataram em 0 a 0 no Beira-Rio.

 

Com Gaúcha FM/Zero Hora

TOPO