Esportes Combate

Luque vence difícil confronto com Price no UFC; médico é acionado

(Foto: Getty Images)

O retorno do Ultimate às atividades em meio a pandemia começou bem para o Brasil em termos de resultado. Primeiro do país a pisar no octógono, Vicente Luque venceu Niko Price por nocaute técnico (interrupção médica) aos 3m37s do terceiro round, pelo peso-meio-médio (até 77 quilos), em um confronto muito movimentado, com golpes duros conectados dos dois lados.

O médico precisou entrar em ação no assalto final, após o americano ser castigado com socos que fecharam seu olho direito inteiramente. Com o triunfo de sábado (09), Luque se recupera do revés contra Stephen Thompson, em novembro do ano passado.

Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

Como esperado, não houve muito estudo no início. Com dois atletas agressivos, a trocação deu o tom desde os primeiros movimentos. O volume de golpes de Price incomodava, mas, aos poucos, o brasileiro foi encontrando o caminho para conectar seus ataques de forma contundente. Apesar disso, o americano não diminuía o ímpeto. Um chute frontal entrou em cheio com pouco mais de um minuto para o fim do assalto, e Price partiu para cima com muitos golpes, até encurtar e aplicar a queda. Quando Luque tentava se levantar, o americano buscou o triângulo de mão, mas Vicente voltou a ficar de pé.

Price voltou mantendo o ritmo no segundo assalto. Luque tentava igualar no volume, mas acabou conectando um chute na região genital do adversário e a luta foi interrompida brevemente. O americano seguia caminhando para a frente e conseguiu encurralar o brasileiro, mas recebeu um contra-ataque que o fez balançar. Price se recuperou e conseguiu pressionar Vicente contra a grade, mas o brasileiro se desvencilhou. O americano continuou colocando mais golpes nos segundos finais.

Price tentou uma queda no início do último assalto, mas o brasileiro se defendeu bem. Com a luta em pé, Luque trabalhou bem os jabs e foi castigando o rosto do rival, que já aparentava cansaço após dois rounds de ritmo acelerado. Um cruzado de esquerda de Vicente levou Price a knockdown, e o brasileiro foi para cima, mas precisou defender um triângulo. Os ferimentos no rosto de Niko Price fizeram o árbitro central interromper a luta. Com o olho direito completamente fechado, o médico não permitiu que ele voltasse ao combate e decretou a vitória de Luque.

 

UFC 249

CARD PRELIMINAR (20 horas de sábado, horário de Brasília)

Anthony Pettis venceu Donald Cerrone por decisão unânime (triplo 29-28)
Alexey Oleinik venceu Fabrício Werdum por decisão dividida (28-29, 29-28 e 29-28)
Carla Esparza venceu Michelle Waterson por decisão dividida (27-30, 29-28 e 30-27)
Vicente Luque venceu Niko Price por nocaute técnico (interrupção médica) aos 3m37s do R3
Bryce Mitchell venceu Charles Rosa por decisão unânime (30-25, 30-25 e 30-24)
Ryan Spann venceu Sam Alvey por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)

 

CARD PRINCIPAL (23 horas de sábado, horário de Brasília):

Justin Gaethje venceu Tony Ferguson por nocaute técnico aos 3m39s do R5
Henry Cejudo venceu Dominick Cruz por nocaute técnico aos 4m58s do R2
Francis Ngannou venceu Jairzinho Rozenstruik por nocaute aos 20s do R1
Calvin Kattar venceu Jeremy Stephens por nocaute aos 2m42s do R2
Greg Hardy venceu Yorgan de Castro por decisão unânime (triplo 30-27)

 

Com Globo Esporte

 

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO