Fale com a gente

Esportes

Novo técnico da Seleção Brasileira será Mano ou Muricy

Publicado

em

Nem Felip atilde;o, nem Leonardo. O novo t eacute;cnico da Sele ccedil; atilde;o Brasileira ser aacute; Mano Menezes ou Muricy Ramalho, garantiu ontem (20) um importante funcion aacute;rio da Confedera ccedil; atilde;o Brasileira de Futebol (CBF). A informa ccedil; atilde;o corrobora, em parte, outras publica ccedil; otilde;es da imprensa, que garantiram que o comandante do Corinthians ser aacute; o herdeiro do lugar deixado por Dunga, demitido ap oacute;s o fracasso na Copa do Mundo na Aacute;frica do Sul.
Cotado no in iacute;cio das especula ccedil; otilde;es, Muricy Ramalho foi sumindo do notici aacute;rio em rela ccedil; atilde;o ao assunto nas uacute;ltimas semanas. Mas eacute; neste momento o principal rival de Mano Menezes. O mesmo informante colocou ainda que Vanderlei Luxemburgo, atualmente no Atl eacute;tico Mineiro e j aacute; com passagem pela Sele ccedil; atilde;o, segue como op ccedil; atilde;o, mas corre por fora. Mano e Muricy fazem boas campanhas com seus clubes no Campeonato Brasileiro e gozam de prest iacute;gio perante a opini atilde;o p uacute;blica. Invicto, o Corinthians lidera a disputa com 21 pontos, dois a mais que o vice-l iacute;der Fluminense, de Muricy.
O an uacute;ncio do novo t eacute;cnico deve sair at eacute; domingo (25). Mano tem no curr iacute;culo o respaldo de seu bom trabalho com Gr ecirc;mio e Corinthians. Trouxe ambos de volta da s eacute;rie B para a elite do futebol nacional, conquistou estaduais tamb eacute;m com as duas agremia ccedil; otilde;es e ainda arrebatou, no clube paulista, a Copa do Brasil. Muricy traz na bagagem o tricampeonato brasileiro consecutivo com o S atilde;o Paulo, entre 2006 e 2008. nbsp; Os grandes temores da CBF em rela ccedil; atilde;o a Leonardo, que foi contatado, e Felip atilde;o, que seria o sonho da entidade, seriam distintos. Com rela ccedil; atilde;o ao primeiro, o fato de ser um ldquo;novo Dunga rdquo; (sem experi ecirc;ncia) seria o maior entrave; j aacute; no caso do treinador do Palmeiras, a possibilidade de ouvir um n atilde;o seria um mico enorme para Ricardo Teixeira digerir. nbsp;

Facebook