Ford Show Rural
Ecoville – Maior rede de limpeza
Esportes Destaque nacional

Rondonense é o terceiro melhor do Brasil no badminton

Com 14 anos e praticando o esporte há quatro, Heuller Maciel Lorscheider Gonçalves começou a se destacar na modalidade depois de se tornar campeão de uma competição nacional, no ano passado (Foto: Divulgação)

Com vários polos de treinamento e praticantes em Marechal Cândido Rondon, o badminton está em ascensão no município, sendo um dos esportes que mais se desenvolveu localmente no ano de 2019.

Atualmente, com auxílio da Secretaria de Educação, o projeto Badminton na Escola é realizado nas escolas municipais Jean Piaget, Antônio Rockembach e Bento Munhoz da Rocha Neto, envolvendo aproximadamente 90 crianças. Os outros centros de treinamento são nos colégios estaduais Paulo Freire e Eron Domingues, nas instituições educacionais privadas Cristo Rei e Martin Luther, além do pavilhão do Centro de Tradições Gaúchas (CTG), junto ao Parque de Exposições, e no complexo esportivo da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), com 200 alunos atendidos por meio do Projeto Municipal de Badminton e Parabadminton, desenvolvido em parceria com a Secretaria de Esporte e Lazer.

Casa do eletricista MINIESCAVADEIRA

Ao todo, de acordo com o presidente da Associação Rondonense de Badminton (Arbad), Valtenci Tosta das Neves, cerca de 300 pessoas, entre adultos e crianças, praticam a modalidade nos núcleos ofertados pela Arbad e instituições parceiras.

“Quando a associação foi criada em 2017, nosso objetivo era direcionar a prática, utilizando-se de uma instituição para sistematizar e planejar o badminton rondonense. E essa necessidade surgiu justamente porque já estava sendo feito um trabalho com esse esporte em algumas escolas da sede e do interior, ministrado pelo professor Leandro Hermes desde 2015”, comenta Neves ao O Presente.

A diretoria da Arbad é composta por Valtenci Tosta das Neves, Gabriela Harnisch, Oldemar Mazzardo Junior, Arestides Pereira da Silva Junior, Ruan Kanitz dos Santos, Paula Schafer Karpinski, Adrian Mallmann, Josiane Thomas, Ângela Gempka, Tuisi Lopes Arndt, Leandro Júnior Hermes, Ronaldo Schwaab e Geovane Sachser. Os professores atuantes nos projetos são Alan Chapla, Lilian Werner e Ruan Kanitz.

Os patrocinadores da Arbad são SS Artes, Copagril, Vorpagel Materiais de Construção, Colégio Cristo Rei, GTA Elétricos e Hidráulicos, Sicredi e Autoelétrica do João.

Alan Chapla, treinador de badminton, e Valtenci Tosta das Neves, presidente da Arbad: “Pretendemos ampliar o número de quadras e melhorar os espaços que já utilizamos para treinamento, objetivando atrair mais interessados na modalidade” (Foto: O Presente)

 

FATORES DO CRESCIMENTO

Neves afirma que, dentre os muitos fatores que colaboram para que o badminton se desenvolva positivamente em âmbito municipal, dois podem ser destacados como motivadores do crescimento da modalidade. “Um deles é que Marechal Rondon é muito próximo de Toledo, e isso é um grande facilitador, uma vez que o município vizinho é centro de referência no badminton em nível nacional, tendo atletas competindo internacionalmente, assim como em pan-americanos, chegando até a vencer competições sul-americanas”, destaca, acrescentando: “O professor Valdecir Barbosa é um dos responsáveis pela modalidade em Toledo e foi um dos fundadores, juntamente com o professor Leandro, da nossa associação”.

O outro ponto, expõe Neves, é a “parceira de peso”, com a Unioeste, em particular com os cursos de Educação Física. “O coordenador do curso e outros professores da universidade são membros da Arbad e nos auxiliam com a parte técnica, a prática esportiva em si”, menciona.

 

AÇÕES E CONQUISTAS

Alan Chapla, professor do projeto de badminton, destaca a realização, pela Arbad, no ano passado, do Campeonato Municipal de Badminton. “Promovemos quatro etapas que juntas movimentaram em torno de 500 pessoas, entre atletas e torcedores”, salienta.

Ele ressalta ainda que, marcando presença na Copa Oeste de Badminton, em nível regional, atletas rondonenses conquistaram 25 medalhas, sendo seis ouros, sete pratas e 12 bronzes, na primeira etapa, em Foz do Iguaçu. Já na segunda etapa, em Toledo, faturaram sete ouros, sete pratas e nove bronzes, totalizando 23 subidas ao pódio.

A associação organizou e realizou, ainda, um curso de arbitragem, que contou com a participação de 46 pessoas, entre alunos, atletas, professores e acadêmicos da região.

De grande importância no cenário estadual, a 2ª Etapa Estadual de Badminton aconteceu em 2019 em Marechal Rondon, tendo a Arbad como organizadora.

Em nível estadual, uma dupla feminina rondonense conseguiu a 4ª colocação nos Jogos Abertos do Paraná (JAPs). A delegação rondonense também participou dos Jogos da Juventude do Paraná, em Londrina.

Já no Circuito Paranaense de Badminton foram conquistadas dez medalhas, sendo quatro ouros, quatro pratas e dois bronzes, na primeira etapa em Toledo. Na segunda etapa, realizada em casa, os atletas conseguiram três ouros, quatro pratas e seis bronzes, totalizando 13 medalhas.

Na terceira etapa do Circuito Paranaense, ocorrido em Maringá, os esportistas dos projetos conquistaram 12 medalhas, sendo duas pratas e dez bronzes. Na quarta etapa, em Curitiba, a equipe rondonense faturou três ouros, quatro pratas e quatro bronzes, totalizando 11 medalhas.

Em nível nacional, o atleta Heuller Gonçalves representou Marechal Rondon e o Colégio Paulo Freire nos Jogos Escolares da Juventude, em Blumenau (SC), conquistando bronze simples e ouro na dupla masculina.

Atualmente, Marechal Cândido Rondon conta com nove polos de treinamentos, a partir de parceria da Arbad com as secretarias de Educação e de Esporte e Lazer, empresas privadas e instituições educacionais (Foto: Divulgação)

 

METAS PARA 2020

Tendo em vista a popularidade que o badminton vem ganhando, além da facilidade de aprendizagem da modalidade, Neves e Chapla projetam uma difusão ainda maior desse esporte em Marechal Rondon. “Pretendemos ampliar o número de quadras e melhorar os espaços que já utilizamos para treinamento, objetivando atrair mais interessados na modalidade. Além disso, queremos realizar novamente as etapas municipais de badminton, como já está se tornando tradição. Nos anos anteriores houve boa adesão e deu tudo certo, e é importante continuar. Outra meta para a associação é organizar uma etapa da Copa Oeste de Badminton em solo rondonense. Trazer essas competições para cá é muito vantajoso para nós, pois temos a oportunidade de mostrar o nosso potencial, além de conseguirmos atender a demanda de outros municípios da região que praticam o badminton”, enfatizam.

 

INSPIRAÇÃO NO ESPORTE

Heuller Maciel Lorscheider Gonçalves. É assim que se chama um dos expoentes do badminton em Marechal Rondon. Com 14 anos, Heuller pratica o esporte há quatro, no Colégio Estadual Paulo Freire, e se destacou na modalidade após tornar-se campeão de uma competição nacional, em 2019.

“Comecei devido à insistência de minha irmã. Eu pretendia praticar um esporte, então iniciei no badminton e acabei gostando”, conta o adolescente.

Seus treinos, atualmente, são de grande rendimento. “Os professores e a Arbad, juntamente com seus parceiros, são essenciais tanto para o meu treinamento como para a modalidade como um todo”, evidencia.

Neste ano, Gonçalves passou para a categoria sub-17, o que vai lhe trazer novos desafios. “Com certeza, o nível está mais alto e terei de me empenhar ainda mais, com treinos pesados, estudos e sem perder o foco”, pontua.

Conforme o professor Chapla, como a maioria dos atletas que representaram o Paraná nos JAPs é de Toledo, o rondonense teve de participar de treinos na cidade vizinha para se entrosar com os outros atletas.

Gonçalves aconselha quem está iniciando na modalidade a treinar bastante. “No início é difícil, mas no andamento dos treinos e na participação em competições os resultados serão vistos. Cada vez mais aumenta a responsabilidade e o comprometimento, por isso tem que estar preparado para o esporte. Por outro lado, sempre vale lembrar que de nada adianta ser muito bom no esporte e não ser um bom exemplo, ir mal na escola etc. O badminton é hoje uma inspiração para mim”, declara.

O treinador do adolescente, Ruam Kanitz, enaltece as conquistas de seu aluno. “Foram 12 campeonatos disputados individualmente no ano de 2019, deixando de lado as participações em dupla. Ele foi tricampeão estadual em 2019 e bicampeão regional, além de ter sido seis vezes campeão municipal. Em uma etapa ele ficou em 3º lugar, no Paranaense. Também é campeão nos Jogos Escolares do Paraná, hoje a maior competição do Estado. Além disso, foi campeão da dupla masculina nos Jogos Escolares da Juventude, fase nacional, disputado em Blumenau, na segunda divisão. Hoje, o Heuller é o terceiro melhor do Brasil na primeira divisão do Campeonato Nacional de Badminton, Jogos da Juventude”, destaca.

Atleta Heuller Gonçalves: “No início é difícil, mas no andamento dos treinos e na participação em competições os resultados serão vistos. Hoje, o badminton é uma inspiração para mim” (Foto: Divulgação)

 

O Presente

TOPO